Menu
23 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Nova mesa

PMDB fecha questão pela reeleição de Mocchi

Partido quer continuar na presidência do Poder Legislativo por mais dois anos

9 Nov2016Laureano Secundo11h17

Em reunião realizada na última segunda-feira o PMDB fechou questão pela reeleição do deputado Junior Mocchi para a presidência da Assembleia Legislativa e em princípio quer também a permanência de José Teixeira na primeira secretaria. A informação foi dada hoje pelo deputado estadual  Eduardo Rocha dando conta de que a reunião contou com a presença  te dos os seis membros da bancada do partido além do ex-governador André Puccinelli  e ao senador Waldemir Moka.

Apesar de  não contar com a bancadas majoritária que hoje pertence ao PSDB com oito parlamentares a direção do PMDB considera que essa tradição não está no regimento e reeleição do atual presidente conta com o apoio da maioria dos deputados. “Já estamos iniciando as tratativas para  buscar o apoio  das demais bancadas para a composição dos demais caregos da mesa diretora”, afirmou Eduardo Rocha.

Em princípio Eduardo Rocha acredita que o partido deverá fechar com a manutenção do deputado José Teixeira como primeiro secretário, mas isso ainda vai depender das conversas que devem ser mantidas com  as demais bancadas. “As conversas ainda estão começando e o próprio Junior Mocchi deve conduzir as tratativas para  para buscar uma composição com as demais bancadas”, afirmou o deputado peemedebista.

 

Veja Também

Comissão aprova pena maior para grilagem de terras da União
Comissão aprova dedução do IR de doações a protetores dos animais
Apos MS, debate sobre sobre proteção do Pantanal vai ao MT
Pré-candidaturas não impedem alianças, diz governador
Comissão da Assembleia recebe relatórios de gestão fiscal dos Poderes
PMA multa pescadores presos pela Polícia Civil por pesca predatória
MPF cobra R$ 22 milhões de Puccinelli e ex-secretários
LDO terá audiência pública dia 27
Cadastro biométrico não é obrigatório no interior para eleições 2018, diz TRE-MS
Servidor público terá falta abonada para ir à reunião escolar