Menu
18 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Eleições 2016

“O problema da Capital é a falta de eficiência”

Para a candidata do PSDB, Rose Modesto, a sua administração vai buscar a eficiência administrativa

26 Set2016Laureano Secundo13h04

“O problema de Campo Grande não falta de recursos, mas sim a falta de eficiência na elaboração de projetos que atendam a necessidade da população”. Esta foi a afirmação  de Rose Modesto, candidata do PSDB durante  a rodada de entrevista que a Rede MS (Diário Digital, Rádio Cidade e TV MS Record) está promovendo com os candidatos a prefeito da Capital. Ela assegurou que, a partir da experiência que já tem participando do Governo do estado poderá mudar  a estagnação em, que vive a administração de Campo Grande.

Rose Modesto afirmou que uma exemplo que não falta dinheiro para realizar as obras necessárias para solucionar os problemas Campo Grande é o fato de que todos os anos o orçamento da Prefeitura aumenta. “No ano passado tínhamos um orçamento de R$ 2,8 bilhões e para este ano a previsão é de R$3,0 bilhões o que permite fazer muitas desde que não se gaste 92% desse montante com a manutenção da máquina como vem acontecendo”, afirmou Rose Modesto.

Com relação á uma excessiva vinculação com o Governo do estado Rose Modesto diz que tem dito isso porque o Governo também é dela pois projetos como a Caravana da Saúde  e a propostas que elevou o aumento para os professores teve a sua decisiva participação. “Eu tenho baseado minha campanha no Governo pois sou parte integrante dele e acredito que será o melhor para tirar campo Grande dessa situação de caos administrativo” disse a candidata.

“Houve falha na relação entre o Executivo e a Câmara Municipal nos últimos quatro anos  pois não tivemos diálogo e eu estive dois anos como vereadora”, disse a candidata do PSDB. Rose Modesto afirmou que não se arrepende  de ter votado pela cassação de Alcides Bernal pois considera que ele cometeu crime de responsabilidade . “Eu votaria de novo pela cassação  do prefeito Alcides Bernal.

Com relação ao descrédito que realização de operações com a Coffee Breack, Rose Modesto  disse que trata-se da população prestar atenção  no CPF de cada candidato pois aquele que não tem envolvimento com irregularidade não terá como o seu CPF  aparecendo em qualquer consulta. “Meu nome não foi investigado em nenhuma situação e tenho todas as certidões  isso é que conta”, afirmou Rose Modesto.

Quanto a um possível segundo turno, Rose Modesto acredita que aquele candidato que não conseguir estar entre os dois terá que optar pelo nome que considerar  como o que apresenta melhores condições para conduzir a cidade. ”O que estará em jogo é a escolha do projeto que melhor irá contribuir para a cidade”, concluiu a candidata do PSDB.

Veja Também

Reservista do serviço militar poderá atuar como policial voluntário
Biometria para deputados é implementada na Assembleia
ex-governador Cabral vira réu pela 24ª vez
Verba para UBS não sai e abre divergência política
Simone elogia retomada das obras de fábrica de fertilizantes em MS
Educação Ações podem acabar com cursos EaD na área da saúde em MS Medidas foram decididas em audiência pública da assembleia
Eleições 2018 Eleição sem dinheiro de empresários Pela 1ª vez, campanha eleitoral não terá financiamento de empresas
PF pede quebra de sigilo telefônico de Temer e ministros
Senadora de MS sugere Comissão sobre Segurança Pública
Comissão vai acompanhar o preço do diesel