Campo Grande • 08 de dezembro de 2016 • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Laureano Secundo | sexta, 23 de setembro de 2016 - 12h57“Com próxima Câmara será mais fácil administrar”Alcides Bernal também espera ter uma equipe de secretários notáveis e indicados por segmentos da sociedade

Para Alcides Bernal a Câmara com novos vereadores deve facilitar a relalão com a Prefeitura
Para Alcides Bernal a Câmara com novos vereadores deve facilitar a relalão com a Prefeitura (Foto: Luciano Muta)

“Será bem mais fácil a relação da Prefeitura com a próxima Câmara pois a maioria dos atuais vereadores não estarão mais aí”. Esta foi afirmação do prefeito Alcides Bernal  (PP) ao afirmar que caso venha a se reeleger não terá na Câmara alguns dos vereadores que garante que foram os responsáveis por dificultar a sua administração a ponto de ter cassado o seu mandato, o que levou ao seu afastamento por mais de um ano, quando foi substituído pelo Vice-prefeito Gilmar Olarte. A declaração foi dada durante   rodada de entrevistas concedidas à rede MS (Diário Digital, Rádio Cidade e TV MS Record) .

Bernal admite que devido aos problemas políticos enfrentou dificuldades para executar a administração que tinha  planejado para Campo grande pois teve uma interrupção e não cumpriu os quatro anos  a frente da prefeitura. “Não realizei a administração que sonhei mas pelo menos estamos conseguindo colocar em ordem as finanças e para a próxima gestão a Prefeitura estará longe do caos que encontramos.

Com relação a composição da equipe que foi outro ponto muito criticado durante o seu primeiro mandato, Alcides Bernal disse que pretende utilizar o critério de convidar pessoas  notáveis de cada segmento da sociedades para as secretarias. “Vamos buscar as indicações técnicas continuando com a firma determinação de não tornar secretarias reféns de nichos ligados a vereadores  como por exemplo é a Secretaria de Desenvolvimento Urbano”, disse Bernal.

Com relação a pavimentação asfáltica, um dos principais temas da campanha eleitoral , Alcides Bernal disse que já tem pronto um programa de requalificação da pavimentação das vias de Campo grande uma vez que os serviços emergenciais como a Operação tapa-Buracos não resolvem mais. “Será um trabalho semelhante ao que já está começando a ser executado em parceria com o Exército que deve recuperar a pavimentação deteriorada  há muito tempo”, disse Bernal.

Com relação a Saúde, Bernal disse que neste pouco tempo  já conseguiu colocar três Upas e a ideia é concluir todas que não estão paradas e também pretende intensificar  o trabalho no sentido de tornar mais eficiente o atendimento a população. “Temos muitos projetos para melhorar o atendimento e um deles é o Consulta Única e para isso já conseguimos organizar a Secretaria  que estava  em situação de abandono”, afirmou o prefeito Alcides Bernal.

Alcides Bernal disse que na questão da mobilidade urbana uma de suas principais ações está relacionada ao destravamento de recursos para o investimento em obras de construção de terminais  e mini-terminais o que vai contribuir para tornar mais eficiente  o atendimento à população. “Estávamos com recursos presos sendo que agora o dinheiro já está liberado e pronto para dar início às obras”, concluiu Bernal.

Veja Também
Supremo mantém Renan Calheiros na presidência do Senado
Ex-primeira-dama está em cela sozinha para internas com nível superior
Marquinhos convida ex-adversário e vice para equipe
quarta, 07 de dezembro de 2016 - 12h25Relator na CCJ dará parecer favorável à reforma da Previdência Segundo Moreira, seu relatório é pela admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 287) da Reforma da Previdência
Servidor municipal pode receber metade do 13º
STF julga afastamento de Renan nesta quarta-feira
terça, 06 de dezembro de 2016 - 17h00Senado vai aguardar decisão do STF e Renan não assina notificação de afastamento Renan se recusou a assinar a notificação depois que a Mesa Diretora do Senado divulgou uma deliberação na qual concede ao...
terça, 06 de dezembro de 2016 - 14h18Trabalhador terá de contribuir por 49 anos para receber aposentadoria integral Com as regras previstas na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma, será possível economizar entre R$ 5 bilhões
Proposta de reforma do governo ficar para 2017
STF afasta Renan Calheiros da presidência do Senado
square noticias uci
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2016 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento