Campo Grande •20 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Valdelice Bonifácio | Sábado, 24 de Setembro de 2016 - 12h12Policial xinga autoridades e saca arma em comícioNo palanque estavam André Puccinelli, Carlos Marun, Lídio Lopes e outros políticos

  
Candidato a prefeito discurso no comício com a presença de apoiadores (Foto: Reprodução/Facebook)
  • Candidato a prefeito discurso no comício com a presença de apoiadores
  • Durante o comício, populares vaiaram policial que sacou arma, causando confusão no local  (Foto: Reprodução/Facebook)

Candidato a prefeito da cidade de Iguatemi, Carlos Adão Nogueira Lopes, o Carlinhos Lopes (PMDB), postou nota de repúdio nas redes sociais a um fato ocorrido em seu comício na noite desta sexta-feira, 23 de setembro, na Vila Operária, no município.  Segundo ele, um policial civil à paisana se aproximou do palanque, xingou autoridades e, ao ser vaiado, sacou o revólver e fez ameaças. Ele fugiu em seguida. 

Do comício participavam lideranças do PMDB como o ex-governador André Puccinelli, o deputado federal Carlos Marun e o deputado estadual Lídio Lopes (PEN) entre outros nomes. Conforme relato do candidato, o policial estava visivelmente alterado e fazia ofensas contra os presentes no palanque.

“Ao ser vaiado pela própria população que acompanhava os discursos, o policial, profissional que deveria zelar pela segurança da população, teve uma atitude imprudente e sacou o revólver que portava, fazendo ameaças e colocando em risco as pessoas presentes, inclusive crianças”, descreve Carlinhos.

O policial fugiu em seguida e ninguém ficou ferido no episódio. O caso foi registrado na Polícia Civil que vai apurar a ocorrência e a conduta do policial. Ele deverá responder a processo administrativo e criminal, podendo até ser expulso da corporação. Além disso, segundo relatos nas redes sociais, o policial teria deixado o plantão para ir ao comício.

“A coligação Iguatemi no coração da gente repudia toda e qualquer forma de violência, pois entende que vivemos em uma democracia e a população tem o direito de acompanhar as atividades de seus candidatos em segurança, bem como o direito de escolher seus representantes”, disse o candidato a prefeito.

 

Veja Também
Projeto cria comissão para acompanhar aplicação da Cosip
Manifestantes tumultuam e audiência é cancelada
Comissão presidida por Pedro Chaves aprova estímulo às licitações do pré-sal
Temer veio a MS agradecer propina, diz delator
Deputado critica portaria que dificulta fiscalização de trabalho escravo
CCJ aprova relatório pela inadmissibilidade de denúncia contra Temer
Prefeitos querem R$ 4 bilhões adicionais no FPM até fim do ano
Senadores de MS ajudaram a salvar mandato de Aécio
Tereza Cristina é destituída da liderança do PSB
Por 44 a 26, Senado devolve mandato a Aécio Neves
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento