Campo Grande • 09 de dezembro de 2016 • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Valdelice Bonifácio | segunda, 26 de setembro de 2016 - 14h32Policial que sacou arma em comício é removidoDelegacia Geral abriu procedimentos administrativo e criminal contra o autor

(Foto: Reprodução/Facebook)

O policial civil que ofendeu autoridades e sacou uma arma durante um comício na cidade de Iguatemi foi removido temporariamente para uma delegacia em outro município. A informação é da Delegacia Geral de Polícia Civil (DGPC).

O fato ocorreu na noite de sexta-feira, 23 de setembro, durante o evento do  candidato a prefeito da cidade, Carlos Adão Nogueira Lopes, o Carlinhos Lopes (PMDB) do qual participavam  ex-governador André Puccinelli (PMDB), o deputado federal Carlos Marun (PMDB), o deputado estadual Lídio Lopes (PEN) e outros políticos.

Segundo denúncia feita pelos presentes, o policial deixou a delegacia na qual estava de plantão para tumultuar o comício. Ele teria se aproximado do palanque, xingado as autoridades e, ao ser vaiado pelo público, sacou a arma e apontou em direção à plateia. Depois, fugiu do local.

O novo local de trabalho do policial não foi revelado. Além da remoção, o policial também é alvo de procedimento administrativo e criminal. Ele poderá até ser expulso da Polícia Civil ao final do procedimento. 

Marun informou, por meio da assessoria de imprensa, que vai denunciar o caso à Polícia Federal (PF) e solicitará audiência com o Secretário de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa.

Veja Também
Bernal afirma que IPTU não é antecipado e que contribuintes podem pagar
Alexandre Bastos assume vaga de desembargador
Movimentos sociais protocolam pedido de impeachment de Temer
Supremo mantém Renan Calheiros na presidência do Senado
Ex-primeira-dama está em cela sozinha para internas com nível superior
Marquinhos convida ex-adversário e vice para equipe
quarta, 07 de dezembro de 2016 - 12h25Relator na CCJ dará parecer favorável à reforma da Previdência Segundo Moreira, seu relatório é pela admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 287) da Reforma da Previdência
Servidor municipal pode receber metade do 13º
STF julga afastamento de Renan nesta quarta-feira
terça, 06 de dezembro de 2016 - 17h00Senado vai aguardar decisão do STF e Renan não assina notificação de afastamento Renan se recusou a assinar a notificação depois que a Mesa Diretora do Senado divulgou uma deliberação na qual concede ao...
square noticias uci
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2016 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento