Campo Grande •22 de Julho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner SEGOV - Campanha Obras

Agência Brasil | Segunda, 24 de Outubro de 2016 - 16h40Polícia Federal pede indiciamento de Palocci e mais cinco pessoasPalocci foi preso durante a 35ª fase da Operação Lava Jato, chamada Operação Omertá

(Foto: Bruno Spada/Agência Brasil)

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci foi indiciado por corrupção passiva pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. O pedido de indiciamento da PF foi encaminhado hoje  (24) à Justiça Federal do Paraná.

Palocci foi preso durante a 35ª fase da Operação Lava Jato, chamada Operação Omertá, deflagrada no mês passado, e teve a prisão temporária convertida em preventiva no dia 30 de setembro pelo juiz Federal Sérgio Moro. O juiz atendeu a um pedido do Ministério Público Federal (MPF).

Segundo as investigações, a empreiteira Odebrecht repassou R$ 128 milhões a uma conta que seria gerida pelo ex-ministro. No documento, a PF lembra ainda que Marcelo Odebrecht “era o principal ator corruptor nos fatos ora investigados, tendo mantido incessante contato com Antonio Palocci Filho desde 2003 até 2015, desde a reuniões pessoais na sede tanto da Odebrecht quanto da empresa Projeto Consultoria, bem como em endereço residencial de Antonio Palocci Filho”.

No documento, a PF pede ainda o indiciamento dos dois ex-assessores de Palocci, Juscelino Dourado e Branislav Kontic, do publicitário João Santana e sua esposa, Mônica Moura e também do empresário Marcelo Odebrecht. “Restou demonstrado, igualmente, que Branislav Kontic e Juscelino Antonio Dourado tiveram participação direta nos fatos delituosos cometidos por Antonio Palocci Filho”, diz o documento.

Veja Também
Sexta, 21 de Julho de 2017 - 09h00Com Temer, Brasil assume presidência temporária do Mercosul País deve buscar o fortalecimento da integração regional
Temer diz na Argentina que a população entenderá aumento do PIS/Cofins
Sérgio Sá Leitão será o novo ministro da Cultura
Lula será novamente interrogado por Moro em setembro
Envolvido em assassinato de ex-vereador e esposa morre após confronto com a polícia em Corumbá
Marcos Valério fecha acordo de delação premiada com a PF
Por decisão de Moro, Banco Central bloqueia R$ 606 mil de Lula
Publicada Lei que autoriza repactuação da dívida de MS com o BNDES
Câmara está de luto pela morte do ex-vereador Cristóvão Silveira
Quarta, 19 de Julho de 2017 - 12h38Defesa de Temer quer ter acesso a gravações periciadas pela Polícia Federal Em função do período de recesso na Corte, a questão foi encaminhada à presidente do STF, Cármem Lúcia
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento