Campo Grande •23 de Junho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Agência Brasil | Segunda, 24 de Outubro de 2016 - 16h40Polícia Federal pede indiciamento de Palocci e mais cinco pessoasPalocci foi preso durante a 35ª fase da Operação Lava Jato, chamada Operação Omertá

(Foto: Bruno Spada/Agência Brasil)

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci foi indiciado por corrupção passiva pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. O pedido de indiciamento da PF foi encaminhado hoje  (24) à Justiça Federal do Paraná.

Palocci foi preso durante a 35ª fase da Operação Lava Jato, chamada Operação Omertá, deflagrada no mês passado, e teve a prisão temporária convertida em preventiva no dia 30 de setembro pelo juiz Federal Sérgio Moro. O juiz atendeu a um pedido do Ministério Público Federal (MPF).

Segundo as investigações, a empreiteira Odebrecht repassou R$ 128 milhões a uma conta que seria gerida pelo ex-ministro. No documento, a PF lembra ainda que Marcelo Odebrecht “era o principal ator corruptor nos fatos ora investigados, tendo mantido incessante contato com Antonio Palocci Filho desde 2003 até 2015, desde a reuniões pessoais na sede tanto da Odebrecht quanto da empresa Projeto Consultoria, bem como em endereço residencial de Antonio Palocci Filho”.

No documento, a PF pede ainda o indiciamento dos dois ex-assessores de Palocci, Juscelino Dourado e Branislav Kontic, do publicitário João Santana e sua esposa, Mônica Moura e também do empresário Marcelo Odebrecht. “Restou demonstrado, igualmente, que Branislav Kontic e Juscelino Antonio Dourado tiveram participação direta nos fatos delituosos cometidos por Antonio Palocci Filho”, diz o documento.

Veja Também
MPE recomenda a prefeito que regularize prática de nepotismo
Maioria do STF confirma delações da JBS e Fachin relator
Juiz suspende verbas indenizatórias a vereadores da Capital
Bernal recorrerá da decisão do TCE sobre lâmpadas de LED
TCE mantém suspensa compra de lâmpadas de LED
Dois ministros votam contra revisão de delação pedida por Reinaldo
Governo e JBS têm 5 dias para entregar documentos
Quarta, 21 de Junho de 2017 - 10h30Henrique Alves e Eduardo Cunha são denunciados pelo MPF no Rio Grande do Norte Ex-parlamentares são acusados de receber pelo menos R$ 11,5 milhões em propinas de empreiteiras
Quarta, 21 de Junho de 2017 - 09h37Envolvido no caso Odebrecht, controlador-geral do Equador renuncia Anúncio sobre a saída de Pólit foi feito pelo presidente da Assembleia Nacional (Parlamento), o governista José Serrano, no...
STF vota pedido de Reinaldo para afastar de Fachin
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento