Menu
14 de dezembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Pátio Central - Natal
Eleições 2018: Voto na Record

Azambuja lidera na pesquisa estimulada

Governador tem 9% de vantagem sobre Odilon de Oliveira

23 Out2018Laureano Secundo12h01

O candidato a reeileição e governador de MatoGrosso do Sul, pelo PSDB, Reinaldo Azambuja, aparece com 49% das intenções de votos, seguido por Odilon de Oliveira (PDT) com 40% dos votos válidos. Já os votos Nulo / Branco/ Não Votará 6% e Indecisos 5%. Estes são os números do terceiro levantamento para detectar a preferência do eleitorado na disputa pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, realizado e divulgada pelo Instituto Real Time Big Data, nesta terça-feira (23). O governador Reinaldo Azambuja, candidato à reeleição pelo PSDB, mantém a liderança e a preferência do eleitorado em pesquisa estimulada. 

O levantamento foi realizado em Campo Grande e cidades do interior do Estado pelo Instituto Real Time Big Data encomendada pela Record TV. Reinaldo Azambuja (PSDB) no dia 16 de outubro estava com 51%; no dia 19 estava com 49% e manteve os mesmos 49% na pesquisa. Odilon de Oliveira tinha 38%, foi a  39% e agora chega a 40%. Nulo / Branco / Não Votará teve 6% nas três consultas e Indecisos tinha 5% no dia 16 de outubro foi a 6% no dia 19 e agora voltou a 5%. A pesquisa foi realizada nesta segunda-feira, 22 de outubro de 2018,  com 1.500 entrevistados. 

A divisão amostral foi feita da seguinte maneira Campo Grande (32%);  Região Sudoeste - Dourados / Maracaju / Ponta Porã / Amambaí / Caarapó / Naviraí / Ivinhema (34%); Região Leste –Três Lagoas / Nova Andradina / Chapadão do Sul / Cassilândia / Aparecida do Taboado (20%); Região Norte / Pantanasi – Corumbá / Sidrolândia / Ladário / Coxim (14%). A margem de erro é de 3,0% e o nível de confiança: 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS) sob o número MS-09855-2018// BR-00918-2018.

Veja Também

Política Tribunal diploma 40 eleitos em solenidade na Capital Diplomação atesta que candidato foi eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo
MPF oferece 27 denúncias à Justiça por fraudes na lei Rouanet
Caso Battisti é assunto do Judiciário, e não de política, diz general
Há 50 anos, AI-5 suspendia direitos políticos no País
Governador doará metade do salário para entidades assistenciais
Ministro do Trabalho em exercício é suspenso após operação da PF
Azambuja entrega propostas de segurança ao País a Sérgio Moro
Cantores sertanejos homenageiam Bolsonaro em Brasília
Futura ministra defende aprovação do Estatuto do Nascituro
Refis estadual segue para sanção do governador