Campo Grande •30 de Abril de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Sexta, 17 de Março de 2017 - 16h55Pedro Chaves assinará pedido para criação da CPI da PrevidênciaCompromisso foi assumido perante sindicalistas e lideranças de movimentos sociais

(Foto: Divulgação)

O senador Pedro Chaves (PSC\MS) vai assinar segunda-feira (20), em Brasília, o requerimento encabeçado pelo senador Paulo Paim (PT\RS) para que seja criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito destinada a investigar as contas da Previdência. O compromisso foi assumido nesta sexta-feira (17) com um grupo de sindicalistas e lideranças de movimentos sociais que compareceu ao gabinete de Chaves em Campo Grande, para discutir a Reforma da Previdência .

“Concordo que, a exemplo do que está acontecendo praticamente em todo o mundo, o Brasil precisa repensar seu modelo previdenciário, até para garantir que as atuais e futuras gerações consigam se aposentar com proventos dignos, que lhes garantam boa qualidade de vida. Mas não se pode votar uma reforma tão importante, que mexe com praticamente toda a população, sem termos um quadro real da situação da Previdência. A CPI ajuda nesse sentido”, explicou.

Para o senador, a PEC da Reforma da Previdência vai receber várias emendas, para preservar direitos adquiridos. “Do jeito que está, a PEC não passa no Senado”, garantiu Pedro Chaves. ” Sem dúvida alguma, os próximos meses serão de debate intenso no Congresso Nacional, com a participação não só dos parlamentares, mas de dirigentes sindicais e outras lideranças, até que cheguemos a uma proposta de consenso, que contemple os interesses dos trabalhadores e não comprometa as contas da Previdência”, defendeu.

Durante o encontro, Chaves telefonou ao senador Paim para manifestar seu interesse em assinar o requerimento e combinar o horário em que isso será feito em Brasília. Participaram da reunião com o senador os presidentes da FETEMS, Roberto Botarelli, e da ACP, Lucílio Nobre, dirigentes do Sinergia, MST, Força Sindical e da UGT. Também estavam presentes o deputado estadual Amarildo Cruz (PT) e o presidente do Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores, Antonio Carlos Biffi.

Veja Também
Eike Batista é solto e vai cumprir prisão domiciliar no Rio
Em depoimento a Moro, Cabral admite ter recebido caixa 2
Em São Gabriel, vereadores devolvem R$ 350 mil à prefeitura
Para Pedro Chaves, Lei do Abuso de Autoridade é inoportuna
CPI do Táxi da Capital já tem composição definida
Presidente do Senado está na UTI
MS pode ganhar data para celebrar Dia do Capelão
Quarta, 26 de Abril de 2017 - 12h17Temer exonera três ministros para votar reforma trabalhista na Câmara Relatório da reforma trabalhista foi aprovado ontem (25)
'Governo está mais otimista com economia', diz Reinaldo
Aprovado projeto que prevê controle das despesas do Município
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento