Menu
5 de abril de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Crime

Pastor que manteve esposa refém é expulso da igreja

Jesus Gorgs está preso por manter mulher em cárcere e agredi-la

12 Mar2020Da redação17h30

O pastor evangélico Jesus Gorgs foi expulso da Igreja Assembleia de Deus de Mato Grosso do Sul. Ele foi preso em flagrante após manter a esposa refém e sob ameaças dentro de casa, na tarde desta quinta-feira, 12 de Março, em Campo Grande.

A informação sobre a retirada do pastor dos quadros de obreiros da igreja foi repassada pela direção da igreja horas depois da prisão, em áudio encaminhado aos fiéis.

“A igreja não pode aceitar em seus quadros uma pessoa que procede dessa forma. Ele foi excluído do ministério”, disse a liderança da igreja.

Jesus Gorgs fez a esposa refém após um desentendimento matrimonial durante a madrugada, quando começou o cárcere. A mulher sofreu agressões e ameaças de morte dentro do quarto do casal, na residência deles no Bairro Giocondo Orsi, em Campo Grande.

Usando uma tesoura, o autor cortou os cabelos dela e a agrediu, situação que ele filmou e postou em pequenos vídeos no Facebook da vítima, segundo os vizinhos que viram as postagens.

A Polícia Militar foi acionada no início da tarde. A negociação com o agressor durou cerca de duas horas, até que não avançou mais e por volta das 15h, os policiais invadiram a casa.

O agressor foi imobilizado e preso em flagrante. A mulher foi resgatada e levada para atendimento médico.

Veja Também