Campo Grande •24 de Fevereiro de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Banner Governo do Estado - Campanha IPVA

Da Agência Brasil | Quarta, 19 de Outubro de 2016 - 08h48Para novo embaixador do Brasil na Colômbia, acordo beneficia relação bilateralMinistro das Relações Exteriores do Brasil, José Serra, estará na Colômbia na próxima semana

O novo embaixador do Brasil na Colômbia, Júlio Bitelli, chegou a Bogotá para assumir o posto no último sábado (15), no momento em que os colombianos e guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias (Farc) buscam selar um acordo de paz no país. Bitelli reafirma a importância que a Colômbia tem para o Brasil, tanto nas relações diplomáticas como comerciais e avalia que a pacificação abre um espaço importante para essa cooperação.

“A pacificação da Colômbia abre um espaço importante em inúmeros campos, por exemplo, na cooperação para agricultura, no agronegócio, que tem muito a oferecer. Já temos mais de 60 empresas brasileiras aqui e a nossa intenção é aumentar essa presença, assim como trazer investidores colombianos para o Brasil”, disse Bitelli na noite de ontem (18), na inauguração do Instituto de Cultura Brasil-Colômbia (Ibraco) – seu primeiro compromisso oficial como embaixador.

Apesar de o acordo de paz assinado em setembro, ter sido rejeitado em plebiscito pelos colombianos no início de outubro, o Brasil continua apoiando o cessar fogo permanente entre as partes e considera o resultado do plebiscito apenas um percalço no processo. “Entendemos que o resultado do plebiscito de maneira nenhuma significa uma rejeição à paz, entendemos que é uma decisão soberana do povo colombiano, mas vemos sinais muito promissores imediatamente pós plebiscito, em que os atores demonstraram que a opção não é voltar à guerra, mas sim trabalhar em cima dos acordos para torná-los melhores”, diz Bitelli.

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, José Serra, estará na Colômbia na próxima semana para participar da Cúpula Ibero-Americana e, segundo o embaixador, deverá reiterar o apoio brasileiro ao acordo de paz. “Apesar de ele vir para uma reunião que é multilateral, sempre é uma ocasião para buscar formas de aprofundar a relação e será também uma oportunidade de manifestar, uma vez mais, o apoio do Brasil ao processo de paz”. Para Bitelli, o susto com o resultado do plebiscito – que rejeitou o acordo com 50,2% dos votos válidos – foi maior que os efeitos práticos da decisão.

Convergência

O novo embaixador está empolgado com a possibilidade de ampliar os negócios entre Brasil e Colômbia, apesar do distanciamento histórico dos dois países, e diz que “os ventos estão soprando para uma convergência maior”.

“Você tinha na América do Sul parceiros mais óbvios do Brasil e que tinham uma relação mais intensa, até por razões históricas. Curiosamente, os nossos vizinhos do norte são considerados historicamente mais distantes e, quando a gente pensa em vizinhança, pensa em Argentina, Uruguai, Paraguai. Mas isso mudou muito nos últimos tempos, a Colômbia é um país que tem crescido muito, de grande dinamismo, e acho que o Brasil está pronto para aprofundar essa relação com a Colômbia”, avalia.

Ibraco

Julio Bitelli participou na terça-feira, em Bogotá, da inauguração da nova sede do Instituto de Cultura Brasil-Colômbia, como parte da programação do evento Mercado de Indústrias Culturais do Sul (Micsul). O Ibraco funciona há 21 anos em Bogotá, é uma entidade privada, que oferece cursos de português particulares e em convênios com escolas da cidade, além de cursos de capoeira e samba e agendas culturais, como cinema, conferências e exposições.

O Micsul é considerado o principal encontro regional voltado a mercados culturais e criativos da América do Sul e acontece até amanhã (20), em Bogotá. O Brasil está no evento com 60 empresários dos setores audiovisual, livro e leitura, música, artes cênicas, videogames e design.

Veja Também
Temer confirma Osmar Serraglio como novo ministro da Justiça
José Serra reassume mandato de senador
Em nova fase da Lava Jato, Moro defende necessidade de prisões preventivas
Corregedoria da Assembleia poderá promover diligências e investigações
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017 - 12h05Temer reúne-se por uma hora com o presidente da Câmara Projeto foi encaminhado ontem ao Congresso, conforme mensagem presidencial publicada no Diário Oficial da União de hoje
Prefeito reabre UPA Vila Almeida, com falta de material básico
Comissão da Reforma Trabalhista aprova audiência na Capital
Alexandre de Moraes receberá 7,5 mil processos ao tomar posse no STF
Após votação no Senado, Alexandre de Moraes é nomeado para o STF
Flagrado em viagem, colunista social pede demissão de cargo
square noticias uci
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento