Menu
21 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Novo filiado

Para Jefferson, Delcídio ajudará PTB a ficar mais evidente

Ex-senador se filiou ao partido e sua missão é fortalecer a legenda em MS, segundo presidente nacional

16 Ago2019Da redação18h45

Com as bênçãos do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, o ex-senador Delcídio do Amaral ingressou na legenda. O partido pretende que ele ajude a fortalecer a sigla em Mato Grosso Sul, segundo nota postada no site do PTB.

Delcídio foi eleito duas vezes senador por MS. No segundo mandato, em maio de 2016, ele foi cassado acusado de quebra de decoro. Ele esteve preso após ser flagrado em conversa telefônica planejando a fuga de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, a fim de evitar a delação dele.

Contudo, em 2018, apoiado em decisão judicial, concorreu ao Senado pelo PTC, obtendo a sétima votação entre os candidatos ao cargo.

Roberto Jefferson destacou que está buscando quadros que façam com que a legenda amplie suas condições de competitividade com vistas às futuras eleições, em âmbito estadual e nacional.

“Delcídio do Amaral é uma peça importante na construção e no fortalecimento do nosso projeto político-partidário, pois é um homem determinado, experiente, preparado, que agrega e constrói. Ao lado do deputado estadual Neno Razuk e dos nossos companheiros de Mato Grosso do Sul, Delcídio nos ajudará a tornar o PTB mais evidente, elevando e fortalecendo a nossa flâmula naquele Estado e mais ainda em todo o país”, declarou.

Natural de Corumbá (MS), Delcídio do Amaral Gómez é engenheiro e ex-senador. Na política, também já foi ministro de Minas e Energia no governo Itamar Franco, secretário de Infraestrutura e Habitação de Mato Grosso do Sul e líder do governo no Senado Federal e no Congresso Nacional, entre outros.

Veja Também

Alinhado a Jefferson, Delcídio assume PTB
Presença da mulher na política é ameaçada por projetos de lei e laranjas
Simone Tebet é eleita a melhor senadora pela 2ª vez consecutiva
Bancada pede à União que reveja cortes de verbas
PF indica que senador e filho receberam R$ 5 milhões ilegais
TRE-MS realiza palestra Elas Debatem Política na Capital
Reforma tributária deve ser votada na CCJ do Senado em 2 de outubro
Délia Razuk, prefeita de Dourados, se filia ao PTB neste sábado
Projeto que amplia posse de arma no campo é sancionado
Parlamento Jovem homenageia educadores nesta terça-feira