Campo Grande •24 de Fevereiro de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Banner Governo do Estado - Campanha IPVA

Agência Brasil | Quarta, 16 de Novembro de 2016 - 16h35Mulher de Cunha diz desconhecer origem de dinheiro na SuíçaCláudia era beneficiária de recursos não declarados por Cunha na Suíça

(Foto: Marcos Oliveira/Agência Brasil)

A jornalista Cláudia Cruz, mulher do ex-deputado Eduardo Cunha, disse hoje (16) em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro que não tinha conhecimento sobre a origem de R$ 1,5 milhão, dinheiro usado por ela para fazer compras no exterior. De acordo com os investigadores da Operação Lava Jato, Cláudia era beneficiária de recursos não declarados por Cunha na Suíça. Ela prestou depoimento na ação penal a que responde pelos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Na audiência, Cláudia Cruz se recusou a responder às perguntas do juiz e do representante do Ministério Público e somente falou ao ser questionada por seu próprio advogado. Ela disse que tinha apenas um cartão de crédito do banco Julius Bar e não sabia da existência de uma conta corrente vinculada ao cartão. Cláudia disse que nunca teve motivos para desconfiar do marido e que usava o cartão de crédito internacional para despesas pessoais, cuja fatura era paga pelo ex-deputado.

Questionada se Cunha teria condições de bancar os gastos, Cláudia disse que o marido sempre afirmou que a origem do dinheiro era lícita "Eu já conheci meu marido com ele me contando e eu sabendo que ele atuava em comércio exterior, que ele atuava em bolsa de valores, que ele tinha patrimônio no mercado imobiliário."

Em junho, Moro recebeu denúncia apresentada pela força-tarefa de procuradores da Operação Lava Jato contra Cláudia Cruz e outros investigados que viraram réus. A denúncia é vinculada à ação penal a que Cunha responde por não ter declarado contas no exterior, que também será julgada por Sérgio Moro.

Cunha está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 19 de outubro.

Veja Também
Temer confirma Osmar Serraglio como novo ministro da Justiça
José Serra reassume mandato de senador
Em nova fase da Lava Jato, Moro defende necessidade de prisões preventivas
Corregedoria da Assembleia poderá promover diligências e investigações
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017 - 12h05Temer reúne-se por uma hora com o presidente da Câmara Projeto foi encaminhado ontem ao Congresso, conforme mensagem presidencial publicada no Diário Oficial da União de hoje
Prefeito reabre UPA Vila Almeida, com falta de material básico
Comissão da Reforma Trabalhista aprova audiência na Capital
Alexandre de Moraes receberá 7,5 mil processos ao tomar posse no STF
Após votação no Senado, Alexandre de Moraes é nomeado para o STF
Flagrado em viagem, colunista social pede demissão de cargo
Square Banner noticias - MS Gás
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento