Menu
26 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Economia

MS é o primeiro a dar sinais de recuperação

Em todo Brasil, apenas Mato Grosso do Sul e Roraima registraram saldo positivo na geração de empregos

6 Jan2017Da redação11h42

Conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), entre os 27 estados da federação somente Mato Grosso do Sul e Roraima registraram saldo positivo na geração de novos postos de trabalho, no acumulado de janeiro a novembro de 2016. A constatação é do Coordenador de Estudos e Pesquisas da Fundação do Trabalho de MS (Funtrab), Jorge Goya, que realizou estudo com base nos números referentes ao saldo positivo da geração de empregos, finanças públicas e arrecadação de tributos federais.

De acordo com Goya, o saldo de empregos se manteve positivo no período, mesmo frente ao cenário de recessão, o que é um indicador importante na retomada do crescimento. “Estivemos entre os três primeiros da federação. No mês de novembro, Mato Grosso do Sul se consagra em 1º lugar com um percentual relativo de crescimento de 1,30% que representa, em números absolutos, 6.726 novas vagas com carteira assinada. Esse é um dado muito importante, principalmente no momento em que todos os estados estão em busca de soluções para enfrentamento da recessão”, explicou o coordenador da Funtrab.

Nas finanças públicas, Goya reforça que MS se encontra entre os cinco estados que a duras penas vêm conseguindo manter as contas públicas em ordem. “Apesar da onda de quebradeira que assola o país, a gestão de governo no MS vem conseguindo passar por este momento negativo com eficiência. Outro importante indicador é a arrecadação dos tributos federais, que se manteve estável, na casa dos R$ 600 milhões por mês”, considerou Goya.

Veja Também