Menu
18 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Lava Jato

Moro converte prisão de Palocci em preventiva, sem prazo para soltura

Juiz federal acatou pedido do Ministério Público Federal

1 Out2016Agência Brasil07h30

O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara da Justiça Federal em Curitiba, converteu a prisão temporária do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e de seu ex-assessor Branislav Kontic em prisão preventiva, quando não há data definida para que os investigados deixem a cadeia. A prisão temporária dos dois, de cinco dias, venceu ontem (30).

Moro acatou pedido do Ministério Público Federal (MPF). O órgão também solicitou medidas cautelares para outro assessor de Palocci, Juscelino Dourado, que também foi preso na 35ª fase da Operação Lava Jato. Dourado será solto sob a condição de entregar passaportes, não deixar o país, não deixar sua residência por mais de 30 dias e comparecer a todos os autos do processo.

A conversão da prisão de Palocci e Kontic, segundo o despacho de Moro, foi acatada por haver “boa prova de materialidade e de autoria” de ambos sobre os crimes investigados. Além disso, o juiz federal considerou que a soltura de ambos poderia acarretar em “risco à ordem pública, à aplicação da lei penal e à instrução ou à investigação”.

No despacho, Moro também rebateu a argumentação da defesa de Palocci sobre prisões na semana da eleição. O Código Eleitoral restringe a prisão de eleitores desde cinco dias antes até 48 horas depois do encerramento da eleição. “Ocorre que os investigados já estão presos desde 26 de setembro. A decretação da preventiva na presente data apenas alterará o título prisional, sem alteração da situação de fato”, argumentou o juiz.

Veja Também

Reservista do serviço militar poderá atuar como policial voluntário
Biometria para deputados é implementada na Assembleia
ex-governador Cabral vira réu pela 24ª vez
Verba para UBS não sai e abre divergência política
Simone elogia retomada das obras de fábrica de fertilizantes em MS
Educação Ações podem acabar com cursos EaD na área da saúde em MS Medidas foram decididas em audiência pública da assembleia
Eleições 2018 Eleição sem dinheiro de empresários Pela 1ª vez, campanha eleitoral não terá financiamento de empresas
PF pede quebra de sigilo telefônico de Temer e ministros
Senadora de MS sugere Comissão sobre Segurança Pública
Comissão vai acompanhar o preço do diesel