Campo Grande •14 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner 3 Governo do estado - Campanha Mudança Saúde

Agência Brasil | Terça, 18 de Julho de 2017 - 19h00Michel Temer pede apoio ao PSB para reforma tributáriaTemer também agradeceu votos dos deputados a favor do arquivamento da denúncia contra ele

(Foto: Beto Barata/Presidência da República)

O presidente Michel Temer se encontrou na manhã de hoje (18) com a líder do PSB na Câmara, deputada Tereza Cristina (MS) para pedir apoio da bancada em proposta de reforma tributária que o governo pretende enviar ao Congresso Nacional. Temer também agradeceu os dois votos dos deputados do partido a favor do arquivamento da denúncia contra o presidente que tramita na Câmara.

Temer foi à casa da deputada antes de iniciar sua agenda oficial no Palácio do Planalto. A assessoria da liderança do PSB informou que o encontro foi marcado por iniciativa do presidente Temer, em contato com o deputado Danilo Forte (PSB-CE). O encontro foi incluído na agenda oficial do presidente apenas no final da manhã.

Danilo Forte e também o deputado Fábio Garcia (PSB-MT) votaram a favor de Temer na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara, contrariando a orientação do partido. O PSB, no entanto, havia orientado voto favorável ao outro parecer, elaborado pelo deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), que recomendava a admissibilidade da acusação apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra Temer pelo crime de corrupção passiva. O parecer aprovado na CCJ ainda será votado em plenário em agosto, após o recesso parlamentar.

A assessoria da liderança confirmou que o presidente Temer perguntou a Tereza Cristina sobre a possível saída de parlamentares do PSB para outros partidos da base aliada, como o DEM e o PSDB, como consequência da divergência com o partido. A líder respondeu a Temer que não há essa possibilidade e que está trabalhando para solucionar as divergências entre os integrantes da bancada e a direção nacional do partido.

A liderança avaliou que a tentativa de reaproximação de Temer com o PSB não significa um realinhamento do partido com a base aliada. Em maio deste ano, a Executiva Nacional do PSB decidiu romper com a base governista depois da divulgação pelo Supremo Tribunal Federal (STF) do conteúdo das delações dos empresários da JBS, no âmbito da Operação Lava Jato, em que Michel Temer é acusado de participar de um esquema de pagamento de propina e troca de favores com os delatores.

Veja Também
Juiz autoriza casal Olarte a retirar tornozeleiras
Votação da reforma da Previdência é marcada para 18 de fevereiro
CPMI da JBS pede investigação contra Janot e indiciamento dos irmãos Batista
Marun ainda quer votar relatório na CPMI da JBS antes de posse no ministério
Temer faz apelo a prefeitos para que apoiem a reforma da Previdência
Deputados aprovam orçamento de R$ 14 bilhões para 2018
Pressionado, Marun desiste de pedir indiciamento de Janot
Governador promete entrega de Aquário em 2018
Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 09h56Comissão vota nesta quarta relatório final da proposta orçamentária para 2018 Decisão de votar foi tomada em reunião do colégio de líderes com o presidente da CMO, senador Dário Berger (PMDB-SC)
Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 09h42Ex-vice-ministro colombiano é condenado a 6 anos de prisão por caso Odebrecht García Morales foi preso em 12 de janeiro deste ano
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento