Campo Grande •25 de Março de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Sábado, 15 de Outubro de 2016 - 11h30Marquinhos diz que exigirá redução ou congelamento da tarifa de ônibusCandidato do PSD vai cobrar cumprimento do contrato firmado entre a prefeitura e o Consórcio Guaicurus

(Foto: Divulgação)

O candidato do PSD a prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, manteve a agenda da manhã desta sexta-feira (14), mesmo com chuva. Ele falou que será “um prefeito que não vai ficar no gabinete, faça chuva ou faça sol”, conversou com usuários do transporte coletivo e garantiu que vai cobrar o cumprimento do contrato firmado entre a prefeitura e o Consórcio Guaicurus, responsável pelo transporte coletivo em Campo Grande.

“Vou ser um prefeito que não vai ficar no gabinete, faça chuva ou faça sol. Aqui é um exemplo prático. Como pode, em tempo de chuva, e chove bastante em Campo Grande, o cidadão não ter a menor condição de aguardar um ônibus sem se molhar? É quase impossível ficar aqui com uma chuva de fraca para moderada, em um lugar que mal cabe seis pessoas. É um constrangimento”, criticou o candidato, em um ponto de ônibus da Avenida Zahran, durante a chuva desta manhã.

Marquinhos conversou com usuários do transporte coletivo e garantiu que vai cobrar o cumprimento do contrato firmado entre a Prefeitura e o Consórcio Guaicurus, responsável pelo transporte coletivo em Campo Grande. Durante a reunião Marquinhos vai solicitar redução do preço ou, no mínimo, o congelamento, até que ofereçam um serviço de qualidade.

“Vamos exigir que eles cumpram o contrato e aumentem o número de pontos de ônibus, garantindo proteção contra chuva, sol e vento. Eles têm um faturamento muito alto e oferecem um transporte de péssima qualidade. Se eles não fizeram a redução, pelo menos o congelamento da tarifa até que garantam as condições adequadas”, declarou.

A lista de melhorias citadas por Marquinhos inclui cobertura nos pontos, aumento do número de ônibus, com veículos articulados e que garantam condições adequadas para as pessoas com deficiência, veículos com ar condicionado, terminais de ônibus com segurança e sanitários em condições de uso e aplicativo para que o usuário saiba onde o ônibus está e que horas chega ao ponto. “Vamos cobrar o cumprimento do contrato para que o transporte deixe de ser perturbação e constrangimento para o cidadão”, garantiu.

O candidato também falou sobre os problemas enfrentados na região da Zahran, citando como exemplo a falta de acessibilidade. “Dificilmente um cadeirante consegue transitar da Zahran, desde Calógeras até Três Barras. Mobilidade não é só para trânsito, mas para pedestre, respeito com pessoas com deficiência, que precisam muito mais do que um piso tátil e rampa em prédios públicos. Vamos, junto com a Planurb, engenheiros e arquitetos, buscar acessibilidade para estas pessoas”, assegurou.

O Programa de Governo de Marquinhos também tem como meta resolver os pontos de estrangulamento no trânsito de Campo Grande, problema que também atinge a região visitada nesta manhã. O candidato apontou como uma das soluções a sinalização do trânsito, indicando rotas alternativas, que desafoguem o trânsito e façam o cidadão chegar ao seu destino sem transtorno.

Veja Também
Fraude em alimento pode ser crime hediondo
Prefeitura promete mais alvarás a táxis e mototáxis
Supremo nega recurso de Lula para suspender processo da Lava Jato
Câmara está de luto pela morte de ex-presidente da Casa
Saiba quem é Alexandre de Moraes, novo ministro do STF
Alexandre de Moraes toma posse hoje no Supremo Tribunal Federal
Arthur Maia diz vê
Eliana Calmon: foro privilegiado para autoridades deve passar por revisão geral
Na Record, prefeito dá bronca em empresas de ônibus
Justiça revoga decisão de prisão domiciliar para mulher de Cabral
Square Banner Sicredi
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento