Campo Grande •24 de Julho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Dayene Paz | Segunda, 31 de Outubro de 2016 - 13h00Marquinhos cria novas secretarias e põe vice no 1° escalãoPrefeito eleito afirmou que visita na prefeitura seria para conversar com Bernal, saber situação financeira e delimitar nomes para equipe de transição

  
Marquinhos esteve com prefeito esta manhã (Foto: Luciano Muta)
  • Marquinhos esteve com prefeito esta manhã
  • Luciano Muta
  • Luciano Muta

Marquinhos Trad (PSD), eleito prefeito de Campo Grande com 58,77% dos votos válidos, esteve cedo no Paço Municipal para conversar com o atual prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Antes, conversou com a imprensa, onde afirmou que em sua gestão, terá duas novas secretarias. “Uma secretaria para as pessoas com deficiência. Campo Grande não se desenvolveu nessa área e os diretos deles vão muito além. Outra é para assuntos fundiários, já que a Capital voltou a ter diversas favelas, queremos mudar isso”, revelou Marquinhos.

O prefeito eleito afirmou que a visita na prefeitura seria para conversar com Bernal, saber a situação econômica financeira e delimitar os nomes para a equipe de transição. “Para que a gente tenha uma análise de cargos em comissão, contas a pagar, contas em atraso, licitações, seria mais ou menos um raio x da atual situação”, disse. 

Os nomes serão divulgados amanhã (1º), um deles é Adriani Lopes, mas Marquinhos não deu mais detalhes.

Sobre as primeiras medidas como prefeito, Marquinhos revelou que se preocupará com a recuperação das ruas. “Também se preocupar com remédios nos postos de saúde, das merendas, kit material escolar, término dos Ceinfs, colocação imediata de médicos e devolução da auto estima do servidor.

Marquinhos finalizou dizendo sobre o aumento de impostos. “Não aumento impostos, sou totalmente contrário, o povo já paga muito caro, também sou cidadão e também não suporto mais pagar imposto”, concluiu.

Após a reunião com Bernal, Marquinhos seguiu para governadoria, aonde esteve reunido com Reinaldo Azambuja. 

“Eu já assumi um compromisso de colocar à disposição para Marquinhos todas as informações, já formulamos a ele a solicitação para que apresente a comissão de transição”, disse Bernal. “Documentos que retratam a realidade econômica, financeira, projetos, tudo será disponibilizado à ele”.

“Encontramos a prefeitura sem dinheiro, sem pagar salários, fornecedores, recuperamos, tiramos Campo Grande do fundo do poço, normalizamos a situação financeira e recuperamos os convênios. Vou entregar a prefeitura preparada aquisição dos uniformes escolares, kits escolares, não haverá pegadinha com aumento do salário dos servidores”, afirma. “O compromisso é de que ele não coloque na gestão pessoas envolvidas em escândalos e investigações da polícia”, termina Alcides Bernal.

Veja Também
Sexta, 21 de Julho de 2017 - 09h00Com Temer, Brasil assume presidência temporária do Mercosul País deve buscar o fortalecimento da integração regional
Temer diz na Argentina que a população entenderá aumento do PIS/Cofins
Sérgio Sá Leitão será o novo ministro da Cultura
Lula será novamente interrogado por Moro em setembro
Envolvido em assassinato de ex-vereador e esposa morre após confronto com a polícia em Corumbá
Marcos Valério fecha acordo de delação premiada com a PF
Por decisão de Moro, Banco Central bloqueia R$ 606 mil de Lula
Publicada Lei que autoriza repactuação da dívida de MS com o BNDES
Câmara está de luto pela morte do ex-vereador Cristóvão Silveira
Quarta, 19 de Julho de 2017 - 12h38Defesa de Temer quer ter acesso a gravações periciadas pela Polícia Federal Em função do período de recesso na Corte, a questão foi encaminhada à presidente do STF, Cármem Lúcia
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento