Campo Grande •20 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
ALMS - Gestão para Pessoas

Da Agência Brasil | Terça, 27 de Setembro de 2016 - 13h22Governo ouve sugestões de empresário e trabalhador para retomar crescimentoGrupo é coordenado pela Casa Civil e pelo Ministério do Desenvolvimento

O governo do presidente Michel Temer está criando fóruns de discussões para, a partir de reuniões periódicas, obter sugestões de diversos setores para a retomada do crescimento do país. Hoje (27) foi a primeira reunião do Fórum Nacional do Desenvolvimento Produtivo.

A ideia é definir uma estratégia de ações tendo como objetivo o destravamento dos setores produtivos. Apesar da participação dos ministérios no grupo, não há a garantia de que as propostas apresentadas serão acatadas pelo governo.

O grupo é formado por representantes de empresários e trabalhadores e coordenado pela Casa Civil e pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

“O governo fará apenas a mediação. Isso não significa que o governo aportará todos seus esforços para que as medidas sejam tomadas. É um polo de discussão. A gente não sabe ainda o que será discutido especificamente. Portanto, não há previamente nenhuma concordância ou não do governo com as medidas que forem anunciadas”, disse o secretário de Desenvolvimento e Competitividade Industrial do MDIC, Igor Calvet.

Tributações - Na reunião desta terça-feira ficou definido que, no próximo encontro, o tema principal serão as medidas possíveis para destravar o setor de infraestrutura. Segundo o representante da Força Sindical no grupo, João Carlos Gonçalves, a escolha pela infraestrutura se deve à influência dela no setor de construção pesada. “É um setor que emprega muito”, acrescentou Gonçalves.

De acordo com o representante da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Valeir Ertle, o grupo deverá discutir também formas de amenizar as tributações aplicadas contra os trabalhadores.

“É um percentual muito alto que é cobrado na fonte. Medidas que resultem em mais dinheiro para os trabalhadores precisam ser adotadas porque fortalecem o comércio”, concluiu Valeir.

Veja Também
Em CPI, secretário isenta Estado e acusa JBS
Relator da CPMI da JBS apresenta plano de trabalho
Governo dará desconto de até 95% nas multas e juros das dívidas
Administrativos da Educação protestam
Lula e Gilberto Carvalho se tornam réus por corrupção passiva
MS poderá ter cadastro de condenados por racismo ou injúria racial
Associação comercial ganha apoio de três deputados contra lei
TRE-RJ nega habeas corpus para Anthony Garotinho
Terça, 19 de Setembro de 2017 - 10h49Câmara tenta mais uma vez votar reforma política Proposta já está há algumas semanas no plenário, mas não encontra consenso entre as principais bancadas
Terça, 19 de Setembro de 2017 - 10h31Temer abre em Nova York a Assembleia Geral da ONU Será a segunda vez que Temer discursará na abertura do evento
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento