Menu
19 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Eleições 2016

Fora da disputa pela prefeitura, Bernal já pensa em 2018

'Vamos terminar o nosso mandato com a cabeça erguida', diz prefeito

2 Out2016Valdelice Bonifácio22h30

Fora da disputa pela prefeitura de Campo Grande, o prefeito Alcides Bernal (PP) já pensa nas eleições gerais  de 2018, segundo deixou transparecer em mensagem postada em seu perfil no Facebook. Nas eleições deste domingo, 2 de outubro, ele foi o terceiro colocado na disputa que colocou Marquinhos Trad (PSD) e Roseane Modesto (PSDB) no segundo turno.

"Não vamos nos deixar abater, vamos terminar o nosso mandato com a cabeça erguida e a determinação de continuar fazendo o melhor pelas pessoas. Vamos à luta, até 2018!", postou.

Com isso, o prefeito sinaliza que disputará cargo público nas próximas eleições. Antes de se eleger prefeito, ele era deputado estadual. Nas eleições gerais são disputados os cargos de governador, vice-governador, senador, deputado federal e deputado estadual, além de presidente da República e vice no plano nacional.

Na rede social, ele também agradeceu o eleitorado e comentou a pequena diferença de votos entre ele e Rose Modesto. "Chegamos ao final da nossa caminhada, não com o resultado esperado,  mas com a imensa alegria de saber que mais de 111 mil pessoas votaram em nosso projeto. A diferença de apenas 2.600 votos nos leva a uma reflexão: é preciso  fazer algumas mudanças nas regras eleitorais", escreveu sem detalhar que mudanças poderiam ser feitas.

Rose obteve 113.738 votos ou 26,62% do total. Bernal teve 111.128 votos (26,01%). O primeiro colocado na disputa foi Marquinhos Trad com 147.694 votos ou 34,57 % do total.  O segundo turno das eleições será realizado no dia 30, no último domingo do mês de outubro.

Veja Também

Câmara quer pressa em apreciar alterações
Reservista do serviço militar poderá atuar como policial voluntário
Biometria para deputados é implementada na Assembleia
ex-governador Cabral vira réu pela 24ª vez
Verba para UBS não sai e abre divergência política
Simone elogia retomada das obras de fábrica de fertilizantes em MS
Educação Ações podem acabar com cursos EaD na área da saúde em MS Medidas foram decididas em audiência pública da assembleia
Eleições 2018 Eleição sem dinheiro de empresários Pela 1ª vez, campanha eleitoral não terá financiamento de empresas
PF pede quebra de sigilo telefônico de Temer e ministros
Senadora de MS sugere Comissão sobre Segurança Pública