Campo Grande •25 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Governo - Refis

Da redação | Quinta, 7 de Setembro de 2017 - 14h11Festa da Independência leva 40 mil ao Centro da CapitalComo nos anteriores, houve protestos e vaias; Grito dos Excluídos fechou desfile

  
(Foto: Divulgação/Governo de MS)
  • (Foto: Divulgação/Governo de MS)
  • (Foto: Divulgação/Governo de MS)
  • (Foto: Divulgação/Governo de MS)
  • (Foto: Divulgação/Governo de MS)
  • (Foto: Divulgação/Governo de MS)
  • (Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)

O desfile cívico que celebra a Independência do Brasil levou cerca de 40 mil pessoas ao Centro de Campo Grande nesta quinta-feira, 7 de Setembro. A estimativa é da Polícia Militar (PM) e foi contabilizada no auge do comparecimento popular à Rua 14 Julho, local do evento, no Centro de Campo Grande.

O palanque das autoridades estava lotado. Compareceram o governador Reinaldo Azambuja (PSDB); do general da brigada José Carlos Braga de Avellar, chefe do Comando Militar do Oeste;  a vice-governadora, Rose Modesto (PSDB), a vice-prefeita Adriane Lopes (PEN) além de secretários estaduais, deputados e vereadores.

A cerimônia começou com o acendimento da Chama Sagrada da Pátria, simbolizando o calor patriótico do povo brasileiro. As tropas do Exército, compostas por 2.100 militares, deram continuidade ao desfile, seguidos por 750 integrantes da Base Aérea de Campo Grande, do Pelotão de 50 homens da Marinha e dos militares das Forças Auxiliares do Estado – Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, que se apresentaram motorizados.

Como nos anos anteriores, houve protestos populares, vaias às autoridades, mas que em nada atrapalharam o andamento do desfile. O já tradicional Grito dos Excluídos fechou o desfile. Neste ano, além dos gritos de “Fora Temer” os excluídos bradaram contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Veja Também
Gilmar Mendes permite que ex-procurador fique em silêncio na CPMI da JBS
PMDB expulsa senadora que votou contra o impeachment
Congresso derruba veto de Temer a renegociação de dívidas
Sessão é encerrada e manifestantes prometem voltar
Defesa do casal Garotinho tenta habeas corpus para soltar Rosinha
Cerca de 3 mil funcionários param sessão e deputados saem
Temer recua da posse de Marun como ministro
Carlos Marun é confirmado ministro do governo Temer
Sob protestos, reforma da Previdência é aprovada
PMDB indica Marun para ministro no governo Temer
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento