Menu
24 de maio de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Super Banner TCE - Combate à corrupção
Dourados

Ex-assessor de vereador preso está entre alvos da Cifra Negra

Operação foi desencadeada na última quarta-feira (05) e apura esquemas de corrupção dentro da Câmara

7 Dez2018Da redação15h09

O ex-assessor parlamentar do vereador Idenor Machado (PSDB), Alexsandro Oliveira de Souza, foi preso na última quinta-feira (06) em continuidade aos 10 mandados de prisão expedidos dentro da Operação Cifra Negra, desencadeada na quarta-feira (05) em Dourados e que apura esquema de corrupção dentro da Câmara.

Além dele, Jailson Coutinho e outras duas mulheres que não tiveram os nomes divulgados, também acabaram detidos em cumprimento a esses mandados. Os dois estavam em Campo Grande e foram levados para o 1º Distrito Policial de Dourados.

Alexsandro atuou no gabinete do vereador na época em que presidiu a Casa, entre os anos de 2010 e 2016.

Cifra Negra

Na quarta-feira, os vereadores Idenor Machado (PSDB), Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB) acabaram presos por suspeitas de participação em fraudes em licitações dentro de um esquema que, de acordo com o Ministério Público Estadual, já dura oito anos na Câmara de Dourados.

Além dos três, o ex-vereador Dirceu Longhi (PT), que por anos fez parte de mesas diretoras, e o ex-servidor da Casa de Leis, Amilton Salina, acabaram alvos dos mandados de prisão expedidos pela 1ª Vara Criminal local.

Investigações

Conforme o Ministério Público, em diversos processos licitatórios realizados dentro da Casa, empresas consideradas como ‘cartas marcadas’ se apresentavam e atuavam em conluio. Algumas delas, conforme o MPE, existiam apenas no papel para simular uma concorrência legal. “Sem a devida concorrência, os valores dos contratos oriundos destes processos se faziam exorbitantes”, diz trecho da nota.

Propinas

Ainda de acordo com o Ministério Público Estadual, para garantir o esquema, essas empresas repassavam na época, valores aos vereadores a título de propina.

(Com informações do site de notícias Dourados News)

Veja Também

Moro lamenta retorno do Coaf ao Ministério da Economia
Areia em lago do Parque das Nações lotará 21 mil caminhões
Candidata que recebeu R$ 761 mil e obteve 491 votos é investigada
Audiência debate reforma da Previdência na Câmara da Capital
Após reforma da Previdência governo quer avançar em privatizações
Projeto de Lei regulamenta a profissão de instrutor de trânsito
Vereador propõe que atletas usem milhas aéreas de políticos
Guedes prevê enxurrada de 'notícias boas' após reforma
Reduzir imposto para combater contrabando de cigarros é ilusão, diz Simone
Empresário tem que ter liberdade para demitir, diz senadora de MS