Menu
19 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Eleições 2016

Duelo em rádio e TV pela prefeitura começa hoje

Marquinhos Trad e Rose Modesto disputam a preferência do eleitorado da Capital

10 Out2016Valdelice Bonifácio07h00

Marquinhos Trad (PSD) e Roseane Modesto (PSDB) estão nas ruas desde a semana passada em busca de votos neste segundo turno das eleições pela prefeitura de Campo Grande. Contudo, é a partir de hoje, dia 10 de outubro, que eles iniciarão o duelo em cadeia de rádio e televisão.

O horário eleitoral gratuito deveria ter começado na quinta-feira passada, dia 6, mas foi adiado a pedido das próprias coligações que precisavam de mais tempo para preparar os programas.

Neste segundo turno, o tempo destinado às coligações para veiculação da propaganda eleitoral gratuita é de 20 minutos diários no horário em rede e 35 minutos diário distribuídos em inserções de 1 minuto e 30 segundos.

No rádio a transmissão será das 7h às 7h20 e das 12h às 12h20. Na televisão, a propaganda será transmitida das 12h às 12h20 e das 19h30 às 19h50, de domingo a sábado. O horário eleitoral gratuito segue até o dia 28 de outubro.

Marquinhos saiu do primeiro turno com 147. 694 votos. Já Rose Modesto conquistou 113.738. Os dois passaram a disputar apoio dos candidatos que concorreram no primeiro turno. Marquinhos já conta com o prefeito Alcides Bernal (PP), Aroldo Figueiró (PTN), Adalton Garcia (PRTB), Elizeu Amarilha (PSDC)  e Lauro Davi (PROS). Rose tem o apoio de Coronel David (PSC).

 A votação para o segundo turno das eleições será no dia 30, último domingo do mês de outubro.

Veja Também

Câmara quer pressa em apreciar alterações
Reservista do serviço militar poderá atuar como policial voluntário
Biometria para deputados é implementada na Assembleia
ex-governador Cabral vira réu pela 24ª vez
Verba para UBS não sai e abre divergência política
Simone elogia retomada das obras de fábrica de fertilizantes em MS
Educação Ações podem acabar com cursos EaD na área da saúde em MS Medidas foram decididas em audiência pública da assembleia
Eleições 2018 Eleição sem dinheiro de empresários Pela 1ª vez, campanha eleitoral não terá financiamento de empresas
PF pede quebra de sigilo telefônico de Temer e ministros
Senadora de MS sugere Comissão sobre Segurança Pública