Menu
23 de agosto de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Política

Dourados já conta com projeto de cartão de vacina eletrônico

O projeto é de autoria da vereadora Lia Nogueira

23 Jul2019Da redação19h29

A segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul se destaca na criação de projetos que agilizam e tornam o sistema da Rede Pública de Saúde muito mais eficiente e moderno. Em junho deste ano, a Câmara Municipal de Dourados aprovou por unanimidade o Projeto de Lei 094/2019, de autoria da vereadora Lia Nogueira (PL) que dispõe sobre a implantação da Carteira de Vacinação Eletrônica em todo o município. Para se tornar lei, só falta a sanção da prefeita, Délia Razuk (sem partido).

Em agenda em Campo Grande nesta segunda-feira, 22, onde anunciou uma série de medidas e ações para melhorar e agilizar o atendimento à saúde em Mato Grosso do Sul, o ministro Luiz Henrique Mandetta, destacou o movimento ‘Vacina Brasil’. Entre as medidas que fazem parte deste projeto está a implantação das carteiras de vacinação que vão passar a ser atualizadas por meio de aplicativo de celular.

Segundo Lia Nogueira, o modelo é praticamente o mesmo do que já tinha sido apresentado e aprovado por unanimidade na Casa de Leis douradense. “Fiquei surpresa e ao mesmo tempo contente com o anúncio do ministro de propor para o Brasil todo um projeto como este que se assemelha, e muito, ao nosso. Isso só demonstra que Dourados tem representantes com visão de futuro e que lutam pela melhoria do atendimento aos pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde)”, afirmou.

Para a parlamentar, a medida anunciada pelo ministro serve também como incentivo para que a prefeita Délia Razuk sancione a lei. “Quando a Câmara votou por unanimidade o meu projeto, entendendo a importância dele para a Rede de Saúde Pública do nosso município, fiz questão de destacar ao Executivo a necessidade de que isso se tornasse lei. Agora, está nas mãos da prefeita a decisão e o compromisso da administração com a população de sancionar este projeto e fazer com que Dourados seja destaque nacional”, ressaltou Lia Nogueira.

A vereadora disse ainda que caso o projeto se torne lei, Dourados estará em uma posição de destaque no cenário nacional, como uma “cidade de vanguarda”.

Com informações da assessoria

Veja Também

TRE-MS define data de nova eleição para prefeito e vice de Miranda
Ministro estuda instalação de escritório do Itamaraty em MS
Homem que bate em mulher vai custear gastos
Ministro defende 'cárcere duro' para combate ao PCC
Locadora com veículo licenciado fora de MS pode ser penalizada
Bolsonaro parabeniza policiais por ação contra sequestro no Rio
Para Jefferson, Delcídio ajudará PTB a ficar mais evidente
Bolsonaro inaugura escola com seu nome
Senado aprova empréstimo para modernizar fisco em MS
Câmara instala hoje comissão para analisar aposentadoria de militares