Menu
23 de março de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega banner segov dengue
Consumidor

Diretor-geral da Aneel cumpre agenda na Capital

André Pepitone foi chamado ao Estado devido ao recente aumento nas contas de energia elétrica

14 Mar2019Da redação14h31

O diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), André Pepitone da Nóbrega, cumpre agenda nesta quinta-feira (14) em Mato Grosso do Sul. Ele foi chamado ao Estado devido ao recente aumento nas contas de energia elétrica dos consumidores de vários municípios de MS.  

No primeiro compromisso do dia, Nóbrega esteve reunido com os deputados estaduais na sala da Presidência da Assembleia. “Estamos numa equipe com oito técnicos da Aneel para esclarecer os consumidores toda a formulação, processo regulatório, tarifa, fiscalização nos ativos da Energisa, indicadores comerciais e indicadores de qualidade. Teremos a oportunidade de promover um amplo e didático debate sobre a energia elétrica, um tema que tem sensibilizado a população sul-mato-grossense”, esclareceu.  

Na sequência, Nóbrega e Corrêa foram para reunião na Escola da Construção Senai, no Bairro Coronel Antonino, com representantes da Fiems, Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), Federação do Comércio de MS (Fecomércio), Energisa, Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul (Agepan) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MS).

Veja Também

Bolsonaro diz que a responsabilidade da reforma está com o Parlamento
Em nova visita, Marun diz que Temer está inconformado com prisão
PEC impõe novas regras para dificultar a criação de partidos políticos
Aprovada proposta que cria política para combate ao suicídio
Marum foi o primeiro a visitar Temer
Temer chega à sede da Polícia Federal no Rio
CCJ aprova projeto de Simone Tebet que beneficia população de baixa renda
OAB não aceitará inscrição de acusados de violência contra mulheres
Proibição do Narguilé será discutida amanhã em Audiência Pública
Relator da PEC da Previdência deve ser escolhido até quinta, diz Francischini