Menu
19 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Educação

Deputado reclama de superlotação nas escolas; secretaria nega

SED afirma que salas de aula com mais de 40 alunos são exceções à regra

16 Fev2017Valdelice Bonifácio14h19

O deputado estadual Pedro Kemp (PT) denunciou uma suposta superlotação nas escolas estaduais de Mato Grosso do Sul durante discurso na tribuna da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, 16 de fevereiro. A Secretaria Estadual de Educação (SED) nega situação de superlotação e afirma que está cumprindo resolução estadual e realocando alunos onde houver necessidade.  

“Recebi informações de que têm salas de aula com 45 alunos. A intenção do governo é dispensar os professores convocados. Quem perde é o aluno, pois o fato ocasionará uma queda na qualidade do ensino. Além das demissões, outro ponto é a sobrecarga aos professores que ficaram na sala de aula”, disse o parlamentar.

SED – A Secretaria Estadual de Educação, por meio da assessoria de imprensa, não nega a existência de salas de aula com mais de 40 alunos em escolas estaduais de MS, mas assegura que tais situações seriam exceções à regra na rede estadual. As escolas cumprem resolução estadual publicada em 30 de janeiro de 2017 que determina que as salas de aula tenham o mínimo de 25 e o máximo de 40 alunos.

Conforme a SED, há no interior do Estado casos de salas de aula com 42 ou 43 alunos, isso porque não foi possível abrir uma nova turma devido à falta do número mínimo. Porém, a SED segue atuando para resolver os problemas que surgem sempre analisando caso a caso.

Recentemente, havia 54 alunos matriculados para uma turma em um estabelecimento no interior de MS. Após diálogo com a diretoria da escola, a SED determinou a abertura de duas turmas com 27 alunos cada. A secretaria informou ainda que está aberta para ouvir diretores e comunidade escolar que contactarem o órgão.

Veja Também

Câmara quer pressa em apreciar alterações
Reservista do serviço militar poderá atuar como policial voluntário
Biometria para deputados é implementada na Assembleia
ex-governador Cabral vira réu pela 24ª vez
Verba para UBS não sai e abre divergência política
Simone elogia retomada das obras de fábrica de fertilizantes em MS
Educação Ações podem acabar com cursos EaD na área da saúde em MS Medidas foram decididas em audiência pública da assembleia
Eleições 2018 Eleição sem dinheiro de empresários Pela 1ª vez, campanha eleitoral não terá financiamento de empresas
PF pede quebra de sigilo telefônico de Temer e ministros
Senadora de MS sugere Comissão sobre Segurança Pública