Menu
23 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Legislativo

Deputado petista propõe adequar texto da Constituição Estadual

Parlamentar quer aumentar atribuições da Comissão de Finanças e Orçamento

25 Set2016Da redação08h30

O deputado João Grandão (PT) apresentou o Projeto de Emenda Constituicional (PEC) 6/2016 que altera a redação do disposto no artigo 164 da Constituição do Estado de Mato Grosso do Sul.

De acordo com a alteração caberá à Comissão de Finanças e Orçamento da Casa de Leis examinar e emitir o parecer sobre os projetos e sobre as contas apresentadas anualmente pelo Governador do Estado.

Na justificativa da PEC o deputado João Grandão esclarece que o objetivo da alteração é incluir novas atribuições à Comissão de Finanças e Orçamento e também a Comissão de Acompanhamento e Execução Orçamentária, e da mesma forma adequar as atribuições das referidas comissões aos preceitos constitucionais referentes ao orçamento e finanças do Estado.

A mesma alteração foi realizada no Regimento Interno da Assembleia Legislativa pelo Projeto de Resolução (PR) 28/2015 também apresentado pelo deputado João Grandão. “Considerando a publicação da resolução, que alterou as competências e redistribuiu as atribuições das comissões, também se fez necessário a adequação do texto da Constituição Estadual”, esclareceu o parlamentar.

Assinam também a proposta os deputados Angelo Guerreiro (PSDB), Cabo Almi (PT), Eduardo Rocha (PMDB), Flavio Kayatt (PSDB), Pedro Kemp (PT) e Professor Rinaldo (PSDB).

Veja Também

Comissão aprova pena maior para grilagem de terras da União
Comissão aprova dedução do IR de doações a protetores dos animais
Apos MS, debate sobre sobre proteção do Pantanal vai ao MT
Pré-candidaturas não impedem alianças, diz governador
Comissão da Assembleia recebe relatórios de gestão fiscal dos Poderes
PMA multa pescadores presos pela Polícia Civil por pesca predatória
MPF cobra R$ 22 milhões de Puccinelli e ex-secretários
LDO terá audiência pública dia 27
Cadastro biométrico não é obrigatório no interior para eleições 2018, diz TRE-MS
Servidor público terá falta abonada para ir à reunião escolar