Menu
20 de junho de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Campo Grande

Deputado assume função de coletor de lixo na Capital

Uniformizado, parlamentar passou algumas horas em um caminhão de coleta e recolheu lixo na Capital

18 Mai2019Da redação09h43

O deputado estadual João Henrique Catan (PR) assumiu a função de coletor em Campo Grande nesta semana. Uniformizado, ele passou algumas horas em um caminhão de coleta e, ao lado de outros três trabalhadores, recolheu lixo nas ruas da Capital.

Em postagem na rede social, o parlamentar explicou que a ação foi realização para comemorar o Dia do Gari (16 de Maio), segundo ele, “função nobre e digna que possui grande relevância e que, infelizmente, é pouco valorizada.”

Antes de ir à rua, o deputado recebeu breve treinamento e orientações sobre o trabalho na Solurb – concessionária responsável pela gestão de lixo na Capital. No vídeo, João Henrique aparece conversando com um dos gerentes e pedindo a ele que o trate com o mesmo rigor que trata os outros funcionários.

Na sequência, ele participou da ginástica laboral e seguiu para o setor 45 da coleta de lixo, na Avenida Bandeirantes, onde trabalhou como os garis.   

O parlamentar informou ainda que a noite como coletor foi o primeiro episódio do quadro João em Curso, no qual ele participará do dia a dia dos trabalhadores sul-mato-grossenses.

O deputado estadual João Henrique Miranda Soares Catan tem 31 anos, é advogado, e exerce seu primeiro mandato eletivo. Ele é neto do ex-governador do Estado, Marcelo Miranda.

Veja Também

Moro: 'Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio'
Moro afirma que modelo processual brasileiro exige parcimônia de juiz
Vagas para açougueiro, alinhador de pneus, atendente e outros
Bolsonaro pede que Congresso não suspenda decretos do porte de armas
Deputado estadual propõe a criação do Programa Milhas da Saúde
Bernal deixa comando do PP para Evander assumir
Maia diz que comissão pode aprovar Previdência na semana que vem
Governador sanciona leis de combate à crueldade contra animais
Bolsonaro avalia reduzir imposto sobre produtos de TI
Parecer da reforma é bem recebido pelo mercado financeiro