Menu
24 de setembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Segov- Campanha Semana Nacional do Trânsito
Papiros de Lama

Delator intermediou repasse do JBS para Delcídio

Empresário emprestou R$ 500 mil ao ex-parlamentar, dívida que foi paga pelo JBS

14 Nov2017Valdelice Bonifácio19h32

O empresário e pecuarista Ivanildo Cunha Miranda, cujas revelações, em delação premiada, desencadearam a quinta fase da Operação Lama Asfáltica, Papiros de Lama, informou ter intermediado repasse de dinheiro do JBS para o ex-senador Delcídio do Amaral. Ele afirma ainda ter emprestado R$ 500 mil ao ex-parlamentar, dinheiro que posteriormente foi pago pela JBS.

No depoimento, ele relata ter sido procurado pelo então senador em 2012. Delcídio pediu que o apresentasse ao grupo JBS, pois queria ser candidato em 2014. Ivanildo o levou para conversar com o Joesley Batista, um dos proprietários do grupo, na sede da J&F. A conversa foi restrita aos dois.

Em junho daquele mesmo ano, o Joesley entregou a Ivanildo R$ 1 milhão que deveriam ser entregues ao senador. O dinheiro foi entregue na casa de Delcídio, no Bairro Bela Vista, em Campo Grande.

O então parlamentar ainda pediu R$ 500 mil emprestados a Ivanildo. O dinheiro foi entregue em várias parcelas. Quem pagou a dívida foi o JBS em depósitos nas contas de Ivanildo ou de pessoas citadas por ele.

Ivanildo foi procurado por Delcídio porque atuava como corretor para o grupo JBS no Estado. A amizade com a família Batista começou quando ele foi indicado pelo ex-governador André Puccinelli para recolher dinheiro de frigoríficos. Os valores seriam referentes a propinas em troca de incentivos fiscais concedidos pelo governo de Puccinelli, segundo as investigações da PF.

Veja Também

Reinaldo tem 40% e Odilon 29%, diz Ibope
Polaco volta ao Pará e descarta delação
TSE permite que deputado condenado retome campanha
Rede MS encerra rodada de entrevistas
Em rede social, Puccinelli pede votos para Mochi, Moka e Delcídio
Redes sociais ‘guiam’ opinião do brasileiro nas eleições, indicam especialistas
TSE disponibilizará aplicativo que mostra apuração em tempo real
Bolsonaro recebe alta de UTI semi-intensiva em hospital de São Paulo
Pela primeira vez, Toffoli assumirá a Presidência no lugar de Temer
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante