Menu
29 de maio de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Prisão Lula

Defesa pede que Lula fique em regime aberto

Ele foi condenado em 2017 por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

12 Mai2019Da redação14h00

A defesa do ex-presidente Lula pediu na última sexta-feira, dia 10 de maio, ao STJ (Superior Tribunal de Justiça), que ele cumpra, em regime aberto, o restante da pena no caso do triplex do Guarujá.

Lula está preso em Curitiba desde abril de 2018. Ele foi condenado em 2017 por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. No mês passado, o STJ manteve a condenação, mas reduziu a pena, de doze anos e um mês, para oito anos, dez meses e vinte dias de prisão.

A defesa, agora, pede que Lula deixe a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba para passar a cumprir a pena no regime aberto. Esse tipo de recurso apresentado pela defesa de Lula, são os embargos de declaração, que não permitem que a condenação seja revista.

Os advogados do ex-presidente ressaltam que, independentemente do pedido de progressão de regime, vão continuar tentando anular a condenação e provar a inocência de Lula. O ex-presidente é réu em outras seis ações penais e foi condenado em um outro processo, no caso do Sítio de Atibaia.

Veja Também

Ação contra fake news é para censurar mídias sociais, diz Bolsonaro
Projeto de Lei suspende restrição do CPF por dívidas de IPVA
Governo impõe quarentena remunerada a Mandetta
Proposta isenta comerciantes e motoristas de multas aplicadas na pandemia
Projeto suspende juros e multas aos mutuários da EMHA na pandemia
Festa da padroeira de Aquidauana entra para Calendário Oficial de MS
Assembleia prorroga medidas de prevenção à Covid-19
Projeto sugere punir quem divulgar fake news
Senador de MS lança campanha 'Compre Daqui' em redes sociais
Regina Duarte deixa Secretaria de Cultura