Menu
22 de maio de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Nacional

Dagoberto é eleito vice-presidente da Comissão Mista de Orçamento

Grupo é responsável por examinar propostas que definem os gastos da União

15 Mai2019Da redação19h39

O deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS) foi eleito, nesta quarta-feira (15) como 1º vice-presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO),  responsável por examinar propostas que definem os gastos da União. O presidente é o senador Marcelo Castro (MDB- PI).

Dagoberto foi eleito com unanimidade entre os senadores e deputados presentes na comissão. "Assumi compromisso de ajudar a comissão no que for preciso para o bom andamento dos trabalhos. Agradeço a todos que confiaram em nosso mandato para este trabalho na comissão."

A CMO, cuja composição muda integralmente a cada sessão legislativa, é composta neste ano por 42 titulares (31 deputados e 11 senadores), com igual número de suplentes.

As atribuições são: responsáveis por analisar os projetos que definem os gastos do Executivo, a CMO também tem entre suas atribuições a tarefa de avaliar como estes recursos são aplainados e aponta eventuais irregularidades. 

A comissão examina o Plano Plurianual (PPA); a Lei Orçamentária Anual (LOA) e a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO).

Em março o colegiado elegeu como presidente o senador Marcelo Castro, que designou como relator-geral da proposta orçamentária de 2020 o deputado Domingos Neto (PSD-CE).

Veja Também

Guedes prevê enxurrada de 'notícias boas' após reforma
Reduzir imposto para combater contrabando de cigarros é ilusão, diz Simone
Empresário tem que ter liberdade para demitir, diz senadora de MS
Deputado assume função de coletor de lixo na Capital
Três comissões do Senado discutem impacto ambiental em Bonito
Bolsonaro recebe prêmio nos EUA e diz que ser presidente foi
Projeto prevê materiais biodegradáveis a copos e canudos em MS
Audiência debate ações de combate à exploração sexual
Justiça autoriza bloqueio de R$ 196 milhões de Cabral e Eike
Bolsonaro se encontra com Bush