Menu
5 de abril de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Energia Elétrica

CPI recolhe medidores de energia para perícia

No total, 200 equipamentos serão entregues à USP-São Carlos para verificar a medição de consumo

19 Mar2020Da redação13h53

Pelo menos 40 relógios eletrônicos foram recolhidos no primeiro dia da operação da CPI Energisa, em Campo Grande, que ocorreu nesta quarta-feira (18). Eles serão periciados pela USP-São Carlos (Universidade de São Paulo Campus de São Carlos), a partir do dia 27 de março. Participaram da ação membros da Comissão da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), da concessionária de energia, Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de MS) e representantes da sociedade organizada civil.

No total, serão 200 equipamentos entregues para a USP-São Carlos, que fará a perícia para saber se há erros na medição de consumo na residência em que ele estava instalado. De acordo com o relator da CPI, o deputado estadual, Capitão Contar (PSL), que também está integrando as equipes de coleta e coordenando os trabalhos, “a transparência é essencial para a população sul-mato-grossense”.

"As unidades consumidoras foram sorteadas no âmbito das reclamações ou denúncias já realizadas no Procon, ou seja, com prováveis indícios de problema”, salienta o deputado Contar e explica que, “estamos acompanhando os funcionários da concessionária na retirada do relógio, e, com autorização do morador, ocorre a substituição do medidor. Posteriormente o equipamento é conferido, lacrado pelo relator e armazenado em uma sala segura da Energisa, de onde será encaminhado à USP-São Carlos."

Veja Também