Menu
20 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Nacional

CPI Mista da JBS designa relator e vota requerimentos na terça

Foco são as supostas irregularidades envolvendo JBS e J&F em operações com BNDES e BNDESPar

8 Set2017Agência Senado16h53

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito criada para investigar as atividades do grupo JBS promove reunião, na terça-feira (12), a partir das 14h30, para a designação do relator do colegiado. A CPMI foi instalada no dia 5 e elegeu como presidente o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO). A vice-presidência ficou com o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO).

O foco da comissão mista são as supostas irregularidades envolvendo as empresas JBS e J&F em operações realizadas com o BNDES e BNDESPar, ocorridas entre os anos de 2007 a 2016.

Na segunda parte da reunião, devem ser votados requerimentos de senadores e deputados para que sejam chamados a depor os irmãos Joesley Batista e Wesley Batista, acionistas controladores do Grupo J&F Investimentos; Ricardo Saud, ex-diretor de relações institucionais do Grupo J&F; Marcelo Miller, ex-procurador do Ministério Público Federal; Demian Fiocca e Luciano Coutinho, ex-presidentes do BNDES; e Rodrigo Janot, procurador-geral da República.

Também devem ser analisados requerimentos ao BNDES para apresentação do levantamento detalhado de todos os empréstimos para o grupo, e ao BNDESPar sobre todas as participações do banco nas empresas do J&F.

Veja Também

Câmara quer pressa em apreciar alterações
Reservista do serviço militar poderá atuar como policial voluntário
Biometria para deputados é implementada na Assembleia
ex-governador Cabral vira réu pela 24ª vez
Verba para UBS não sai e abre divergência política
Simone elogia retomada das obras de fábrica de fertilizantes em MS
Educação Ações podem acabar com cursos EaD na área da saúde em MS Medidas foram decididas em audiência pública da assembleia
Eleições 2018 Eleição sem dinheiro de empresários Pela 1ª vez, campanha eleitoral não terá financiamento de empresas
PF pede quebra de sigilo telefônico de Temer e ministros
Senadora de MS sugere Comissão sobre Segurança Pública