Campo Grande •19 de Fevereiro de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Banner Governo do Estado - Campanha Dengue

Valdelice Bonifácio | Quinta, 6 de Outubro de 2016 - 13h47CPI dos fantasmas tem apoio de doze deputadosRequerimento é de Marquinhos Trad, chamado de fantasma em campanha eleitoral

(Foto: Assembleia Legislativa/Divulgação)

Com “objetivo apurar as denúncias de prática de nepotismo e de existência de servidores 'fantasmas' lotados nos gabinetes parlamentares ou em qualquer diretoria, secretaria ou qualquer outro órgão” da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul foi apresentado nesta quinta-feira, 6 de outubro, o requerimento para instituição de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

O requerimento foi apresentado por Marquinhos Trad (PSD), com a assinatura de outros 11 parlamentares, Amarildo Cruz (PT), João Grandão (PT), Pedro Kemp (PT), Cabo Almi (PT), Zé Teixeira (DEM), Beto Pereira (PSDB), Lídio Lopes (PEN), Coronel David (PSC), Professor Rinaldo (PSDB), Renato Câmara (PMDB) e Marcio Fernandes (PMDB).

Marquinhos decidiu propor a CPI após ser acusado, por adversários na disputa pela prefeitura de Campo Grande, de ser servidor fantasma da Assembleia Legislativa. Segundo os acusadores, Marquinhos estava nomeado no gabinete do pai Nelson Trad, no período em que estudava no Rio de Janeiro. O parlamentar nega as suspeitas e, por meio da CPI, pretende provar que foi acusado injustamente.

O pedido de abertura da CPI delimita a investigação desde o ano de 1986 até a data de apresentação do requerimento e informa que o prazo para conclusão dos trabalhos será de 120 dias, sendo a comissão formada por cinco parlamentares titulares e cinco suplentes. A questão de ordem para apresentação do requerimento foi recebida pela Mesa Diretora e o documento encaminhado à Diretoria Geral Legislativa para os procedimentos necessários estabelecidos no Regimento Interno da Casa de Leis.

(As informações são da Assembleia Legislativa de MS)

Veja Também
STF dá 10 dias para Temer e deputados explicarem reforma
Foro privilegiado é incompatível com o princípio republicano, diz ministro
MPF pede suspensão de benefícios de delação a ex-diretor da Petrobras
Wilson Sami toma posse na Câmara na vaga deixada por Paulo Siufi
Sexta, 17 de Fevereiro de 2017 - 08h51Escolhido por Trump recusa cargo de conselheiro de segurança Em comunicado, Harward explicou que rejeitou o cargo por "exigir 24 horas de trabalho, sete dias por semana"
Delcídio diz à Justiça que CPMI do Cachoeira foi esvaziada a pedido do governo
Reforma que enxuga governo está pronta para votação
Delcídio tem audiência na Justiça Federal remarcada para hoje
Deputado reclama de superlotação nas escolas; secretaria nega
Quinta, 16 de Fevereiro de 2017 - 12h39Vereadores criam Controladoria da Câmara Projeto foi apresentado pela nova mesa diretora do Legisdlativo Municipal
Ótica Diniz
Vídeos
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento