Campo Grande •19 de Agosto de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Valdelice Bonifácio | Quinta, 6 de Outubro de 2016 - 13h47CPI dos fantasmas tem apoio de doze deputadosRequerimento é de Marquinhos Trad, chamado de fantasma em campanha eleitoral

(Foto: Assembleia Legislativa/Divulgação)

Com “objetivo apurar as denúncias de prática de nepotismo e de existência de servidores 'fantasmas' lotados nos gabinetes parlamentares ou em qualquer diretoria, secretaria ou qualquer outro órgão” da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul foi apresentado nesta quinta-feira, 6 de outubro, o requerimento para instituição de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

O requerimento foi apresentado por Marquinhos Trad (PSD), com a assinatura de outros 11 parlamentares, Amarildo Cruz (PT), João Grandão (PT), Pedro Kemp (PT), Cabo Almi (PT), Zé Teixeira (DEM), Beto Pereira (PSDB), Lídio Lopes (PEN), Coronel David (PSC), Professor Rinaldo (PSDB), Renato Câmara (PMDB) e Marcio Fernandes (PMDB).

Marquinhos decidiu propor a CPI após ser acusado, por adversários na disputa pela prefeitura de Campo Grande, de ser servidor fantasma da Assembleia Legislativa. Segundo os acusadores, Marquinhos estava nomeado no gabinete do pai Nelson Trad, no período em que estudava no Rio de Janeiro. O parlamentar nega as suspeitas e, por meio da CPI, pretende provar que foi acusado injustamente.

O pedido de abertura da CPI delimita a investigação desde o ano de 1986 até a data de apresentação do requerimento e informa que o prazo para conclusão dos trabalhos será de 120 dias, sendo a comissão formada por cinco parlamentares titulares e cinco suplentes. A questão de ordem para apresentação do requerimento foi recebida pela Mesa Diretora e o documento encaminhado à Diretoria Geral Legislativa para os procedimentos necessários estabelecidos no Regimento Interno da Casa de Leis.

(As informações são da Assembleia Legislativa de MS)

Veja Também
Previdência Municipal vira alvo de CPI na Câmara
MPF denuncia ex-ministro Geddel Vieira por obstrução de Justiça
Aplicativo Mulher Segura pode ajudar vítimas de violência doméstica
PMDB marca convenção para voltar a usar a sigla MDB
JBS admite que não cumpriu acordos
PF apreende celulares e eletrônicos na casa de ex-secretário federal
Terça, 15 de Agosto de 2017 - 12h00Moro defende "vontade política" para que medidas anticorrupção avancem Moro fez um balanço positivo da Lava Jato
Deputados reiniciam hoje votação de mudanças no sistema político-eleitoral
De olho no Senado, Bernal assume presidência do PP
Sob protestos, projeto ‘Escola sem partido’ é debatido na Câmara
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento