Menu
6 de dezembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Investigação

CPI da Energisa terá Orro na presidência e Contar na relatoria

Integrantes da comissão terão reuniões ordinárias toda quarta-feira, às 14h

27 Nov2019Da redação16h34

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada investigar o aumento na conta de energia elétrica dos consumidores sul-mato-grossenses definiu o deputado Felipe Orro (PSDB) como presidente do grupo. A escolha foi feita nesta terça-feira (26) durante a primeira reunião do grupo, na qual também foram definidos o vice-presidente e o relator, respectivamente, os deputados Barbosinha (DEM) e Capitão Contar (PSL).

“Vamos atrás de toda a documentação, requerimentos, convocações e denúncias para apresentarmos nas reuniões e efetivarmos o esclarecimento que a população merece”, disse o presidente. Conforme acordado inicialmente, os integrantes da CPI se reunirão ordinariamente toda quarta-feira, às 14h. Caso seja necessário, os membros também podem convocar reuniões extraordinárias. 

“Vamos nos dedicar até o último dia dos trabalhos parlamentares deste ano e retomar no próximo ano após o recesso”, disse o presidente, que esclareceu ainda que a contagem do prazo para a conclusão da CPI pode ser interrompido durante recessos parlamentares.

CPI - A instauração da CPI foi oficializada no dia 12 de novembro após requerimento do deputado Felipe Orro, assinado por todos os parlamentares da ALEMS. Os nomes dos membros da CPI foram divulgados por meio do Ato 61/2019, publicado pela Mesa Diretora da Casa de Leis no Diário Oficial do dia 19 de novembro. São titulares da CPI os deputados Capitão Contar e João Henrique (PL), indicados pelo bloco G-10; Renato Câmara e Barbosinha, com indicação do G-9; e Felipe Orro, pelo PSDB. Os suplentes são, respectivamente, Antônio Vaz (Republicanos) e Evander Vendramini (PP), do G-10; Marcio Fernandes (MDB) e Eduardo Rocha (MDB), do G-9; e Marçal Filho, pelo PSDB.

Veja Também

Em Dourados, folha dos servidores passa do Banco do Brasil para Bradesco
Governo envia plano de aplicação dos recursos do Fundersul 2020
CPI convoca tecnólogo que encontrou suposto erro em medidor de energia
Extinção de municípios não é 'ponto de honra', diz Bolsonaro
Prefeitos lutam contra proposta que extingue cinco municípios em MS
Audiência pública na Câmara vai debater PECs Emergenciais 186 e 188
Governo lança campanha de incentivo ao voluntariado
Aprovado programa que multa corte irregular de árvores em MS
Bastidores do impeachment de Dilma Rousseff são tema de documentário
Câmara firma parceria com Associação dos Novos Advogados