Campo Grande •22 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Laureano Secundo | Sexta, 8 de Setembro de 2017 - 08h10Secretários candidatos devem sair em janeiroGovernador já determinou a antecipação da saída que era prevista para março

Governador quer antecipar a saida dos secretários que pretendem disputar a eleição
Governador quer antecipar a saida dos secretários que pretendem disputar a eleição (Foto: Arquivo Diário Digital)

“Em janeiro os secretários que devem concorrer na eleição devem deixar os cargos em os substitutos serão pessoas que permanecerão até o final deste primeiro mandato”. Essa foi a afirmação do governador de Mato grosso do Sul Reinaldo Azambuja afirmando que esta reforma administrativa motivada pelas eleições já está sendo tratada e deve estar concluída até o final do mês de dezembro para que as substituições dos titulares das pastas seja definida.

Em princípio a lei eleitoral permite que os ocupantes de cargos na administração pública que pretendem concorrer a algum cargo na eleição de 2018 possam permanecer nos cargos até o início do mês abril. “Já conversei com toda a equipe e comuniquei essa decisão de antecipar a saída dos que pretendem ser candidatos assim como já estou falando com aliados para encaminhar a substituição “, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

“Existem, os secretários que têm  mandato como os secretários de  Fazenda Márcio Monteiro que é deputado federal e José Carlos Barbosa  que é deputado estadual e que, caso queriam concorrer a reeleição ou a qualquer outro cargo terão que deixar as pastas que ocupam. “No caso de José Carlos Barbosa o seu retorno à Assembléia já está acertado  mas quanto a Márcio Monteiro  ainda não qualquer definição uma vez que além da possibilidade de concorrer a mais um mandato há a possibilidade dele vir a ser indicado para uma vaga no Tribunal de Contas.

“Teremos um ano bastante complicado com a possibilidade crescimento bem reduzida devido aos efeitos  da crise econômica  e isso já deve ficar evidenciado na proposta orçamentária  para 2018 que deverá ser encaminhada para a Assembléia até o final de setembro”. Foi o que afirmou o governador Reinaldoi Azambuja afirmando devido a esse quadro será importante já começar o ano com a equipe que vai trabalhar o ano todo definida pois isso facilita  o enfrentamento das dificuldades.

Veja Também
STF decide enviar denúncia sobre Temer à Câmara
CCJ mantém veto a Lei da Inadimplência
Em CPI, secretário isenta Estado e acusa JBS
Relator da CPMI da JBS apresenta plano de trabalho
Governo dará desconto de até 95% nas multas e juros das dívidas
Administrativos da Educação protestam
Lula e Gilberto Carvalho se tornam réus por corrupção passiva
MS poderá ter cadastro de condenados por racismo ou injúria racial
Associação comercial ganha apoio de três deputados contra lei
TRE-RJ nega habeas corpus para Anthony Garotinho
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento