Menu
19 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Eleições 2016

Carlos Amastha é reeleito prefeito de Palmas

Candidato obteve 52,98% dos votos válidos; Raul Filho ficou em segundo com 30,80%

2 Out2016Agência Brasil16h57

O candidato Carlos Amastha (PSB) foi reeleito para prefeitura de Palmas (TO), com 52,98% dos votos válidos. Raul Filho (PR) ficou em segundo lugar, com 30,80% dos votos válidos. Até agora, foram apurados 92,11% das urnas.

Atual prefeito de Palmas, Carlos Enrique Franco Amastha concorreu à reeleição pela coligação Palmas Bem Cuidada. Ele tem 55 anos e nasceu em Barranquilla, na Colômbia, mas reside no Brasil há mais de 30 anos, onde formou sua família e se naturalizou brasileiro em 1990.

Em 2012, venceu a eleição para prefeito de Palmas, com 49,65% dos votos válidos, em primeiro turno, uma vez que Palmas não tem mais de 200 mil eleitores. Com isso, Amastha entrou para a história por ser o primeiro estrangeiro eleito para prefeito de uma capital brasileira. Na ocasião, era filiado ao PP. Agora, tenta a reeleição pelo PSB, partido ao qual se filiou em 2015.

Empresário do ramo de shoppings centers e de ensino a distância, Amastha se mudou para a capital do Tocantins em 2007, atrás de oportunidades de negócio. O shopping Capim Dourado é um dos empreendimentos do Grupo Skipton, do qual Amastha faz parte. Durante a realização dos I Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, em novembro de 2015, o prefeito capitalizou popularidade, marcando presença nas competições e obtendo boa receptividade da população sempre que anunciado ou quando discursava.

Veja Também

Câmara quer pressa em apreciar alterações
Reservista do serviço militar poderá atuar como policial voluntário
Biometria para deputados é implementada na Assembleia
ex-governador Cabral vira réu pela 24ª vez
Verba para UBS não sai e abre divergência política
Simone elogia retomada das obras de fábrica de fertilizantes em MS
Educação Ações podem acabar com cursos EaD na área da saúde em MS Medidas foram decididas em audiência pública da assembleia
Eleições 2018 Eleição sem dinheiro de empresários Pela 1ª vez, campanha eleitoral não terá financiamento de empresas
PF pede quebra de sigilo telefônico de Temer e ministros
Senadora de MS sugere Comissão sobre Segurança Pública