Menu
22 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Eleições 2016

Bernal anuncia apoio a Marquinhos Trad neste 2º turno

Decisão do prefeito foi divulgada durante entrevista coletiva neste sábado

8 Out2016Valdelice Bonifácio19h45

Confirmando sua decisão de não ficar na neutralidade,  o prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) anunciou apoio ao candidato Marquinhos Trad (PSD) neste segundo turno das eleições para a prefeitura da Capital. Bernal teve 111.128 votos no primeiro turno, sendo o terceiro mais votado na disputa.

Durante entrevista coletiva na tarde deste sábado, 8 de outubro,no Hotel Concord, Centro de Campo Grande, Bernal informou ter tomado a decisão após diálogo com o Partido Progressista, apoiadores e a população. "Fomos às ruas perguntar e nos disseram que essa era a melhor opção", relatou.

Marquinhos Trad que estava presente na coletiva revelou que já esperava o apoio. Ele assinou documento no qual se compromete a dar continuidade a projetos de Bernal. Ambos asseguraram que a aliança não envolve distribuição de cargos em uma eventual vitória do candidato do PSD.

"Quase todos os itens são semelhantes ao nosso programa de governo, mas eu destaco o primeiro deles, compromisso com a ética no trato com o dinheiro público (...) Registro que o prefeito Alcides Bernal não pediu nenhum cargo, pediu apenas compromisso de transparência e ética e desenvolvimento da nossa cidade através da continuidade dos serviços prestados", discursou Marquinhos antes de assinar o compromisso. 

Bernal já vinha sinalizando que apoiaria Marquinhos. Nas entrevistas à Rede MS Record chegou a considerar que o candidato "dizia ser diferente da família Trad" e que, embora parte de seus familiares estivesse envolvida na Coffee Break (operação que investigou compra de votos para cassar Bernal), Marquinhos não estava.

"A nossa aliança é política, é por amor a Campo Grande, é política, programática e republicana. Eu não tenho dúvida de que todos os nossos eleitores vão compreender esta decisão (...) e depositar um voto de confiança em alguém que merece ser votado", disse Bernal. "Somos contra a hegemonia", acrescentou referindo-se ao PSDB que já está no governo do Estado e tenta conquistar a prefeitura com Roseane Modesto, a vice-governadora que tem o apoio do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). 

Marquinhos obteve 147. 694 votos. Já a tucana conquistou 113.738. Ele também já acumula mais apoiadores do que a concorrente. Além de Bernal, Aroldo Figueiró (PTN), Adalton Garcia (PRTB), Elizeu Amarilha (PSDC)  e Lauro Davi (PROS) que concorreram no primeiro já oficializaram aliança com Marquinhos. Rose já conta com Coronel David (PSC).

A votação do segundo turno das eleições será no dia 30, último domingo do mês de outubro.

Veja Também