Campo Grande •22 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Valdelice Bonifácio | Sábado, 8 de Outubro de 2016 - 19h45Bernal anuncia apoio a Marquinhos Trad neste 2º turnoDecisão do prefeito foi divulgada durante entrevista coletiva neste sábado

Marquinhos Trad e Alcides Bernal posam para fotografias após a coletiva que confirmou a aliança para o segundo turno
Marquinhos Trad e Alcides Bernal posam para fotografias após a coletiva que confirmou a aliança para o segundo turno (Foto: Divulgação/Assessoria de Imprensa)

Confirmando sua decisão de não ficar na neutralidade,  o prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) anunciou apoio ao candidato Marquinhos Trad (PSD) neste segundo turno das eleições para a prefeitura da Capital. Bernal teve 111.128 votos no primeiro turno, sendo o terceiro mais votado na disputa.

Durante entrevista coletiva na tarde deste sábado, 8 de outubro,no Hotel Concord, Centro de Campo Grande, Bernal informou ter tomado a decisão após diálogo com o Partido Progressista, apoiadores e a população. "Fomos às ruas perguntar e nos disseram que essa era a melhor opção", relatou.

Marquinhos Trad que estava presente na coletiva revelou que já esperava o apoio. Ele assinou documento no qual se compromete a dar continuidade a projetos de Bernal. Ambos asseguraram que a aliança não envolve distribuição de cargos em uma eventual vitória do candidato do PSD.

"Quase todos os itens são semelhantes ao nosso programa de governo, mas eu destaco o primeiro deles, compromisso com a ética no trato com o dinheiro público (...) Registro que o prefeito Alcides Bernal não pediu nenhum cargo, pediu apenas compromisso de transparência e ética e desenvolvimento da nossa cidade através da continuidade dos serviços prestados", discursou Marquinhos antes de assinar o compromisso. 

Bernal já vinha sinalizando que apoiaria Marquinhos. Nas entrevistas à Rede MS Record chegou a considerar que o candidato "dizia ser diferente da família Trad" e que, embora parte de seus familiares estivesse envolvida na Coffee Break (operação que investigou compra de votos para cassar Bernal), Marquinhos não estava.

"A nossa aliança é política, é por amor a Campo Grande, é política, programática e republicana. Eu não tenho dúvida de que todos os nossos eleitores vão compreender esta decisão (...) e depositar um voto de confiança em alguém que merece ser votado", disse Bernal. "Somos contra a hegemonia", acrescentou referindo-se ao PSDB que já está no governo do Estado e tenta conquistar a prefeitura com Roseane Modesto, a vice-governadora que tem o apoio do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). 

Marquinhos obteve 147. 694 votos. Já a tucana conquistou 113.738. Ele também já acumula mais apoiadores do que a concorrente. Além de Bernal, Aroldo Figueiró (PTN), Adalton Garcia (PRTB), Elizeu Amarilha (PSDC)  e Lauro Davi (PROS) que concorreram no primeiro já oficializaram aliança com Marquinhos. Rose já conta com Coronel David (PSC).

A votação do segundo turno das eleições será no dia 30, último domingo do mês de outubro.

Veja Também
Comissão vai debater redução da maioridade penal
Partido Rede realiza conferência em novembro na Capital
Previdência Municipal pode entrar em colapso, diz prefeito
PRB define calendário de reuniões regionais em MS
Temer anuncia recursos para a Bacia do Taquari
Temer faz reunião fechada Miranda para fechar acordo
Não existe possibilidade de intervenção militar, afirma ministro da Defesa
Ex-secretário que usou avião oficial vira alvo de ação do MPE
JBS promete retomar abates e investir no Estado
Moro condena ex-gerente da Petrobras e lobistas ligados a PMDB
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento