Campo Grande •25 de Fevereiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo do Estado - Campanha Dengue

Da redação | Sexta, 13 de Outubro de 2017 - 15h15Audiência pública debate projeto de Lei Orçamentária Anual no dia 24Evento será realizado a partir das 14h, no plenário Edroim Reverdito

(Foto: Izaias Medeiros/Câmara Municipal)

No dia 24 de outubro, a Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de Campo Grande realiza audiência pública, a partir das 14h, no plenário Edroim Reverdito, sobre o Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2018. Os trabalhos serão conduzidos pelo presidente da comissão e relator da peça orçamentária, vereador Eduardo Romero (Rede).

O projeto foi protocolizado pelo Executivo no dia 2 de outubro e agora os vereadores trabalham avaliando o projeto de lei e podem fazer emendas até o dia 27 de outubro. Para ouvir a comunidade, será realizada a Audiência pública para colher sugestões.

Eduardo Romero explica que o orçamento é uma previsão de arrecadação e investimentos para o exercício financeiro do ano que vem. Além disso, ele não é impositivo, e as emendas apresentadas são sugestivas de auxílio ao executivo.

O investimento para o próximo exercício financeiro do município tem previsão de R$ R$ 3.702.397.000,00, o que representa um aumento de R$ 112.397.000,00 se comparado com a previsão deste ano que foi de R$ 3.590.000.000,00. Porém, o relator ressalta que pelo projeto enviado, várias áreas estão com previsão de investimento menor, como é o caso de transporte, que tem a maior queda percentual de investimento (-3,1%) seguido de saúde com 1,59% a menos que em 2017.

Pelo projeto encaminhado, em 2018 serão 12 áreas com queda no percentual de investimento em relação a 2017: segurança pública, assistência social, saúde, previdência social, cultura, gestão ambienta, ciência e tecnologia, comércio e serviços, transporte, desporto e lazer, reserva de contingência e comunicação. Estas 12 áreas representam 56,39% do orçamento de um universo de 23 áreas previstas.

Mesmo com previsão de aumento no orçamento de pouco mais de 112 milhões, Eduardo Romero destaca que 2018 ainda vai ser um ano difícil para as contas públicas, inclusive por comprometimentos feitos neste ano para serem quitados no início de 2018 como é o caso dos repasses para hospitais que atendem filantropia.

A reunião está sendo convocada pela Comissão Permanente de Finanças e Orçamento, composta pelos vereadores: Eduardo Romero (presidente), João César Mattogrosso (vice), Junior Longo, Betinho e Dharleng Campos.

Treinamento - No dia 10 de outubro, a partir das 14h, os assessores de gabinete que vão trabalhar nas emendas parlamentares vão passar por um treinamento interno, tendo em vista que muitos vereadores são de primeiro mandato e este será o primeiro orçamento que vão opinar.

Veja Também
Conselho de Ética da Câmara vai instaurar processos por quebra de decoro
Vereador de Campo Grande vira motorista da UBER
Deputados estudantes concluem capacitação e elegem Mesa Diretora
Reeleição de Temer depende da intervenção
Odilon confirma aliança com Pedro Chaves
Deputada de MS Tereza Cristina assume presidência da FPA
Assembleia inicia capacitação dos estudantes eleitos para o Parlamento Jovem
Proposta do Governo corrige subsídios para delegados
Tereza Cristina assume presidência da Frente Parlamentar da Agropecuária
TJ concede efeito suspensivo e libera salário do vereador Lucas Lima
Square notícia uci
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento