Menu
12 de dezembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Câmara Municipal

Aprovado reajuste para prefeito, vice e servidores

Índice aplicado foi de 4,17%; assim, salário do prefeito da Capital passa de R$ 20.412,42 de R$ 21.263,61

19 Nov2019Da redação15h21

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande aprovaram em sessão ordinária desta terça-feira (19) reajustes de sálarios para o prefeito, vice-prefeita e servidores do Município. O índice aplicado foi de 4,17%. Assim, o salário do prefeito Marquinhos Trad (PSD) que é de R$ 20.412,42, passará para R$ 21.263,61.

O Projeto de Lei n. 9.580/19 que aumentou os salários foi aprovado em  única discussão e votação, em regime de urgência especial. A matéria passou por maioria de votos. Cinco parlamentares votaram contra o aumento, são eles: André Salineiro (PSDB), Loester (MDB), Wilson Sami (MDB), Vinicius Siqueira (DEM) e Lívio (PSDB).

O reajuste de subsídios dos agentes políticos em 4,17% é o mesmo percentual concedido aos servidores municipais, segundo o projeto aprovado em sessão do dia 29 de outubro. 

A Câmara Municipal informou que o Executivo encaminhou ofício solicitando o aumento, o qual foi lido na sessão do dia 5 de Novembro. Conforme o que estabelece a Lei Orgânica Municipal, o projeto é de autoria da Mesa Diretora, mas segue a minuta do ofício da prefeitura.

Durante os debates, o vereador Lívio, contrário à proposta de reajuste,  mencionou as dificuldades financeiras do municípios. Aliados do prefeito, contudo, alegaram que outras categorias de servidores depedem do reajuste do chefe do Poder Executivo para terem aumento também, como, por exemplo, auditores fiscais e outros profissionais  cujo ordenado é limitado pelo teto constitucional.

Veja Também

Puccinelli transmite presidência do MDB para Mochi no domingo
Templos religiosos passam a ser isentos de cobrança de ICMS
Bolsonaro pede revogação de medida que excluiu atividades de MEI
Em Dourados, folha dos servidores passa do Banco do Brasil para Bradesco
Governo envia plano de aplicação dos recursos do Fundersul 2020
CPI convoca tecnólogo que encontrou suposto erro em medidor de energia
Extinção de municípios não é 'ponto de honra', diz Bolsonaro
Prefeitos lutam contra proposta que extingue cinco municípios em MS
Audiência pública na Câmara vai debater PECs Emergenciais 186 e 188
Governo lança campanha de incentivo ao voluntariado