Menu
13 de dezembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Pátio Central - Natal
Eleições 2018

Alckmin divulga plano de governo com 15 páginas e 43 propostas

No arquivo, o candidato divide suas propostas em três eixos: o Brasil da indignação; o Brasil da Solidariedade; e o Brasil da Esperança

12 Ago2018Agência do Rádio Mais14h48

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, divulgou em seu site oficial um plano de governo de apenas 15 páginas. No total, o documento apresenta 43 propostas amplas, sem muitos detalhes, em apenas seis páginas.

No arquivo, o candidato divide suas propostas em três eixos: o Brasil da indignação; o Brasil da Solidariedade; e o Brasil da Esperança. Entre as propostas apresentadas no primeiro setor estão a tolerância zero com a corrupção, eliminar o déficit público em dois anos, simplificação do sistema tributário e o combate ao crime organizado e ao tráfico de armas e drogas.

No eixo “o Brasil da Solidariedade”, o candidato defende que “A redução das desigualdades sociais exigirá um sério comprometimento do governo, para melhorar a qualidade da educação, ampliar o acesso à saúde, combater a violência e promover o respeito às mulheres, idosos e minorias.” Algumas das propostas de Alckmin para esse setor são: incrementar o Bolsa Família, garantir que todas as crianças do país estejam plenamente alfabetizadas até 2027 e a adoção de políticas voltadas para os negros e índios, além de estabelecer um pacto nacional voltado para a redução da violência contra idosos, mulheres e o público LGBTI.

Já a área “o Brasil da Esperança” é voltada para as propostas relacionadas a investimentos, empregos e renda. Segundo o documento, “Fazer o Brasil voltar a crescer é vital para o futuro de todos”. Entre as promessas, destacam-se o investimento nas regiões Norte e Nordeste do país, abertura do comércio exterior para que ele possa representar 50% do PIB brasileiro e dar prioridade aos investimentos em infraestrutura através de parcerias com o setor privado.

Segundo a assessoria de imprensa do PSDB, o documento divulgado trata-se apenas de um plano resumido devido ao registro da candidatura. O programa detalhado será apresentado na próxima semana. Em 2006, quando participou da disputa ao Planalto, o plano de governo apresentado por Alckmin possuía 170 páginas.

Veja Também