Campo Grande •26 de Julho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner - Rota das estações

Valdelice Bonifácio | Quarta, 15 de Março de 2017 - 16h00Acampamento é montado em frente à casa de MarunManifestantes protestam contra Reforma da Previdência; atitude indigna deputado

  
Barracas foram montadas em canteiro na frente do residencial onde vive o deputado Carlos Marun (Foto: Marco Miatelo)
  • Barracas foram montadas em canteiro na frente do residencial onde vive o deputado Carlos Marun
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

Um verdadeiro acampamento está sendo montado em frente ao Residencial Damha II, próximo à saída para Três Lagoas, em Campo Grande, nesta quarta-feira, 15 de março, em protesto contra a proposta de Reforma da Previdência, que tramita no Congresso Nacional.  No local, reside o deputado federal Carlos Marun (PMDB) presidente da Comissão Especial de Reforma da Previdência Social.  O parlamentar que está em Brasília se manifestou em vídeo postado nas redes sociais e criticou o protesto ao qual chamou de “covarde” e “desrespeitoso”.

Desde o início da tarde, barracas estão sendo erguidas no canteiro em frente ao residencial. Também já chegaram uma caixa d´água, banheiros químicos e até um pequeno playground foi montado para as crianças. Os organizadores do movimento serviram almoço no local, arroz carreteiro e salada. Um carro de som anima a concentração com músicas de cantores como Almir Sater. 

À noite será servido um jantar. A organização preparou apresentações musicais e teatrais para entreter os manifestantes no decorrer do período de acampamento,previsto para durar até domingo, dia 19, ou até que Carlos Marun compareça pessoalmente para falar com os manifestantes.  O movimento reúne várias centrais sindicais e servidores públicos. Os organizadores calculam que 1,5 mil pessoas tenham passado pelo local de acampamento.  

“O que queremos é que ele e os demais parlamentares federais de Mato Grosso do Sul votem contra essa reforma que retira direitos dos trabalhadores”, explicou o presidente da CUT-MS Genilson Duarte. Para o sindicalista, não há qualquer constrangimento em protestar na frente da casa do parlamentar, conforme criticou Marun. “Ele não quer que a família dele seja incomodada, mas ele está prejudicando todas as famílias brasileiras”, opina.

No vídeo, Marun reclama de constrangimentos a sua família e seus vizinhos. Ele assegura que pensa sim nas aposentadorias dos brasileiros, tanto que defende a reforma para que elas sejam mantidas. O parlamentar diz ainda que não se deixará intimidar pela pressão dos manifestantes e que seguirá firme em seu propósito de fazer alterações na Previdência. “A reforma é necessária”, argumenta.

A declaração de Marun indignou o presidente da Federação dos Trabalhadores em Educação de MS (Fetems) Roberto Botarelli. “O protesto é um direito do cidadão. Estamos em local público e nos manifestando de forma ordeira”, rebateu. A Polícia Militar monitora a manifestação, por enquanto pacífica e sem incidentes.

Marun não será o único alvo dos manifestantes. O presidente do Comitê Estadual Contra a Reforma da Previdência, Elvio Vargas, conta que a ideia é visitar os demais parlamentares federais do Estado em busca de apoio contra a proposta do governo de Michel Temer. “Vamos explicar que eles devem satisfações aos eleitores deles que estão sendo prejudicados com esta reforma”, afirma.

O governo federal alega que a Previdência é deficitária e que a reforma é necessária para equilibrar as contas. Pelo projeto, quem quiser se aposentar precisará ter pelo menos 65 anos, tanto para homens quanto para mulheres e 25 anos de recolhimento, porém, para receber 100% no benefício serão necessários, na prática, 49 anos de recolhimento.

Dia de Protestos – Em Campo Grande e interior do Estado a manhã desta quarta-feira foi de protestos contra a Reforma da Previdência. Professores fizeram passeatas. Eles estão em greve por tempo indeterminado. Profissionais da Segurança Pública fizeram uma concentração em frente à Assembleia Legislativa, no Parque dos Poderes. Motoristas do transporte coletivo cruzaram os braços por quase três horas no início da manhã. Trabalhadores dos Correios também estão de braços cruzados nesta quarta-feira.

Veja Também
Adesão ao PDV dos servidores começa neste ano; desligamentos em 2018
Sexta, 21 de Julho de 2017 - 09h00Com Temer, Brasil assume presidência temporária do Mercosul País deve buscar o fortalecimento da integração regional
Temer diz na Argentina que a população entenderá aumento do PIS/Cofins
Sérgio Sá Leitão será o novo ministro da Cultura
Lula será novamente interrogado por Moro em setembro
Envolvido em assassinato de ex-vereador e esposa morre após confronto com a polícia em Corumbá
Marcos Valério fecha acordo de delação premiada com a PF
Por decisão de Moro, Banco Central bloqueia R$ 606 mil de Lula
Publicada Lei que autoriza repactuação da dívida de MS com o BNDES
Câmara está de luto pela morte do ex-vereador Cristóvão Silveira
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento