Menu
15 de dezembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Pátio Central - Natal
Eleições 2018: Voto na Record

A partir deste sábado, candidato só pode ser preso em flagrante

A regra, que restringe a prisão de candidatos, está no parágrafo 1º do artigo 236 da Lei nº 4.737/1965

13 Out2018Agência Brasil14h45

Nenhum candidato que participará do segundo turno das eleições poderá ser detido ou preso, a partir deste sábado (13), a não ser em caso de flagrante delito. A regra, que restringe a prisão de candidatos nos 15 dias que antecedem as eleições, está no parágrafo 1º do artigo 236 da Lei nº 4.737/1965 do Código Eleitoral.

Disputará o segundo turno, no dia 28 de outubro, os candidatos a presidente da República Jair Bolsonaro, da Coligação Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos (PSL/PRTB), e Fernando Haddad, da Coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PC do B/PROS), além de 28 candidatos a governador em 13 estados e no Distrito Federal.

Veja Também

Cabral decide ficar em silêncio durante audiência com juiz
Macri e Bolsonaro se reúnem em 16 de janeiro em Brasília
Lula vira réu em caso de Guiné Equatorial
Governo italiano agradece a Temer por assinar extradição de Battisti
TCE suspende prazos processuais a partir do dia 20 de dezembro
Senador diplomado, Nelsinho é o bendito fruto entre as mulheres
Para Rose, Brasil precisa resgatar verdadeiro sentido de federação
Nunca foi tão difícil governar, diz Reinaldo
Tribunal diploma 40 eleitos em solenidade na Capital
MPF oferece 27 denúncias à Justiça por fraudes na lei Rouanet