Menu
24 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Denúncia

Vigilância encontra água contaminada em Depac

Inspeção acontece após divulgação do documentário “A Realidade da Polícia Civil em MS”

30 Ago2017Elaine Silva - Especial para Diário Digital09h19
Governo mandou equipe para limpar caixa (FOTO: Divulgação)
  • Vistoria pode acontecer em outras delegacias do Estado
  • Governo mandou equipe para limpar caixa (FOTO: Divulgação)
  • (FOTO: Divulgação)
  • Equipe da Vigilância Sanitária na Depac (FOTO: Divulgação)
  • Situação das celas (FOTO: Divulgação)

Banheiros das celas com vazamento de água, caixa de água com água imprópria para o consumo humano. Essas foram algumas das constatações feitas pelo técnicos da vigilância ao realizar uma inspeção nessa manhã (30) nas instalações da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro. A inspeção aconteceu após a divulgação de documentário "A realidade da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul" do Sindicato da Polícia Civil (Sinpol), sobre a situação das delegacias e o pedido de intervenção da Organização das Nações Unidas (ONU). 

Segundo o diretor jurídico do Sinpol, Max Dourado, os agentes estão verificando a situação das celas e do estabelecimento que estão disponíveis no documentário. "Nos viemos denunciar a péssima condição de saúde do trabalhador, com água não potável além dos presos que precisam com viver com isso entre outras situações que foram todas retratadas no documentário", relata Max.

O Sinpol busca que a situação dos detentos e dos presos melhore em todas as delegacias do Estado. "Durante a inspeção o Governo do Estado, mandou uma equipe da empresa Guatós, para efetuar a limpeza da caixa d'água, ai eu pergunto: Porque não fez isso antes? tivemos que chegar nesse ponto para que isso ocorra", informa Max.

Outras delegacias do Estado possivelmente receberão  a visita da  vigilância.  

Luta - Eles já protocolaram  audiências na ONU, na OIT e vão realizar uma audiência pública e ontem  estiveram na assembleia. "Precisamos fazer tudo isso para que o policial tenha as mínimas condições de trabalho", conta Max. 

Veja Também