Menu
22 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Investigação

Veículo de Bueno é encontrado incendiado na fronteira

Ninguém foi preso até agora e Polícia Civil segue com várias linhas de investigação

23 Set2016Valdelice Bonifácio16h20
Ex-vereador foi encontrado morto na quarta-feira passada (Foto: Arquivo DD)
  • Polícia Civil divulgou nesta sexta-feira imagens do carro encontrado incendiado
  • Ex-vereador foi encontrado morto na quarta-feira passada (Foto: Arquivo DD)
  • Delegado Edilson dos Santos afirma que várias linhas de investigação estão em curso, mas serão mantidas em sigilo (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)

A Polícia Civil localizou nesta sexta-feira, 23 de setembro, o veículo Land Rover, modelo Freelander 2, de propriedade do ex-vereador assassinado José Alceu Padilha Bueno. O carro estava incendiado em Ponta Porã, perto da fronteira com o Paraguai. O crime é investigado pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros (Garras). Ninguém foi preso e a polícia segue com várias linhas de investigação, inclusive, queima de arquivo.

O delegado titular do Garras e responsável pelas investigações Edilson dos Santos concedeu entrevista coletiva na tarde de hoje na qual divulgou que a Polícia Civil de Ponta Porã localizou o carro no final da manhã de hoje. Embora o delegado não tenha revelado qualquer das linhas de investigações para não atrapalhar o trabalho da polícia, o fato de o carro ter sido encontrado incendiado afasta a suspeita de latrocínio e aproxima da hipótese de queima de arquivo.

“Não vamos divulgar detalhes sobre as linhas de apuração para não atrapalhar os investigadores. Há várias hipóteses em análise”, afirmou o delegado. O carro estava sem placas e com número do chassi danificado, mas mesmo antes dos exames periciais, a polícia já tinha certeza que o veículo era mesmo o de Bueno. Desde ontem, os investigadores já sabiam que o veículo estava em Ponta Porã.

Mais conhecido como Alceu Bueno, o ex-parlamentar, foi encontrado morto na manhã de quarta-feira, 21 de setembro, em um matagal no Parque dos Poderes. Ele foi morto por estrangulamento e depois levado ao local de desova onde o cadáver foi incendiando. Imagens de vídeo mostram o momento em que duas pessoas ateiam fogo no corpo.

No ano passado, Bueno foi condenado a oito anos de prisão em regime por envolvimento no escândalo da pedofilia.  Conforme a sentença, ele teria cometido dois crimes de exploração sexual de vulnerável. Na mesma rede de exploração, a polícia descobriu ainda o envolvimento de outros políticos e empresários.

(Matéria alterada às 17h para atualização de informações)

Veja Também