Menu
12 de novembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Corumbá

Três são presos pela morte de rapaz de 19 anos

Homicídio aconteceu na madrugada deste sábado e acusados foram identificados horas depois

9 Nov2019Da redação10h00

João Vitor Arruda da Cruz, de 19 anos, conhecido como "João Caverna", foi morto a tiros na madrugada deste sábado (09) na parte alta de Corumbá. O autor do crime, identificado como Elton Mendes Flores, de 21 anos, foi preso em sua residência, no bairro Popular Nova, horas depois do homicídio, juntamente com mais dois suspeitos de envolvimento.

A vítima chegou a ser encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Guatós, porém, não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Militar foi chamada e em contato com algumas testemunhas foi informada que “Eltinho”, como é conhecido, foi quem atirou em "João Caverna" e teria fugido para a própria casa.   

Ao chegarem no local, os policiai foram recebidos por um homem que se identificou como irmão do acusado. Havia também um outro rapaz no local. Os dois disseram que não sabiam do crime e nem do paradeiro de “Eltinho”.  No entanto, durante a abordagem, eles demostraram nervosismo.

Ao serem informados que seriam levados para a Delegacia de Polícia, um deles disse que ligaria para Elton. Minutos depois, ele apareceu, saindo de um terreno baldio.  

“Eltinho” assumiu a autoria do assassinato e alegou que a vítima teria feito ameaças contra ele na Praça da Nova Corumbá dias antes e que resolveu atirar em João Vitor "para não morrer".

Os policiais militares também constataram que nos celulares dos envolvidos haviam mensagens e ligações antes do crime, comprovando participação dos outros dois suspeitos no crime. O irmão de Elton, acabou entregando a arma de fogo utilizada no homicídio, um revólver calibre 22, com duas munições intactas. Os três foram levados para o 1º Distrito Policial.

“Eltinho” já havia sido detido no dia 15 de outubro, em uma casa no bairro Nova Corumbá,  apontado como comprador da arma de fogo utilizada no caso do triplo homicídio em uma fazenda, no dia 13 de outubro. Ele teria pago R$ 800,00. Neste caso, o autor confesso da morte de três trabalhadores rurais, Laudinir da Silva Penaz, de 34 anos, permanece preso.

(Com informações: Diário Corumbaense)

Veja Também