Menu
26 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Crime

Suspeito de matar PM é baleado e está internado no Regional

Rapaz que matou PM e fugiu com a arma do policial foi baleado

30 Dez2016Valdelice Bonifácio10h50
Soldado Márcio Correa Ferreira foi morto ao tentar apartar uma briga (Foto: Reprodução)
  • Soldado Márcio Correa Ferreira foi morto ao tentar apartar uma briga (Foto: Reprodução)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)
  • (Foto: André Bittar)

O suspeito de matar o soldado da Polícia Militar, Márcio Corrêa Ferreira, de 37 anos, foi atingido por um tiro durante confronto com integrantes do Batalhão de Choque. O rapaz conhecido como “Gordinho” estava sendo procurado e foi encontrado no Residencial Celina Jallad. Ele estaria agonizando no Hospital Regional Rosa Pedrossian, em Campo Grande.

Não há detalhes da ação policial que terminou na troca de tiros. Porém, ele estaria escondido na casa de um irmão. Após ser atingido pelos policiais, "Gordinho" foi encaminhado para o Hospital Regional Rosa Pedrossian.

O assassinato do PM ocorreu na noite de ontem, 29, perto da Conveniência do Murilo, na Rua Brilhante, Vila Bandeirantes, em Campo Grande. Por volta das 22h40, houve uma confusão no local. O soldado, segundo policiais militares, teria tentado apartar a briga. No meio do tumulto, a arma dele caiu no chão. Foi quando “Gordinho” pegou a pistola ponto 40 e atirou no policial.

Um vizinho contou à reportagem ter ouvido cinco tiros. Porém, o PM foi atingido por dois tiros no peito. Amigos dele o levaram para a UPA do Leblon, mas quando deu entrada na unidade a vítima já estava morta.

Após atirar Gordinho fugiu com a arma do policial. A busca pelo autor do crime começou pouco depois. Imagens das câmeras de segurança da conveniência e testemunhas ajudaram a identificar o rapaz.

Veja Também