Campo Grande •29 de Junho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Laureano Secundo | Sábado, 17 de Setembro de 2016 - 11h08Policiais promovem ato pela volta do sistemaManifestação da categoria foi decidida em assembleia e está prevista para a segunda-feira

Policias devem promover atos na segunda-feira
Policias devem promover atos na segunda-feira (Foto: Luciano Muta)

Os policiais civis de Mato grosso do Sul devem realizar atos na próxima segunda-feira para alertar a população e pressionar o Governo do estado exigindo a volta do sistema de registro de ocorrências que está paralisado dede semana passada. A categoria alerta que um grande número de ocorrências não estão sendo registradas  e isso pode passar uma sensação de insegurança na população, além de promover um desconforto na realização do trabalho.

Desde a segunda-feira (12), cerca de 3.300 ocorrências deixaram de ser registradas.com a suspensão do funcionamento do  Sistema Integrado de Gestão Operacional (SIGO) que há cinco dias está inoperante. O sindicato também está convocando a categoria para uma Assembleia Geral neste sábado (17), às 9h, para debater dentre outros assuntos, uma possível paralisação das atividades até que o Sigo volte a operar.

Durante a semana diretoria do Sinpol-MS percorreu as delegacias da capital orientando como os policiais civis devem agir até que o sistema retorne. “O policial civil deve fazer somente o que é possível. Queremos prender os criminosos, investigar, servir e proteger a população, mas infelizmente, não temos a ferramenta que nos permite consultar mandatos de prisão, registrar ocorrências, cruzar dados de criminosos e etc”, afirmou o presidente do Sinpol-MS, Giancarlo Miranda. Por mês a Polícia Civil registra cerca de 20 mil boletins de ocorrência em todo o estado.

Na Depac Centro, o sindicalista esclareceu a situação para as pessoas que estavam aguardando há cerca de três horas a confecção de boletim de ocorrência de situações simples como extravio. A falta de registro de ocorrências como extravio e furto de documentos pode acarretar diversos problemas ao cidadão como a não participação em concursos públicos, viagens e emissão de novos documentos.

Em reunião realizada na tarde desta quinta-feira (15) entre o Sinpol-MS e a Sejusp, o secretário da pasta, José Carlos Barbosa, informou que a negociação com a empresa fornecedora do SIGO está avançando, porém ainda não há a previsão de quando o sistema voltará a funcionar.

Veja Também
Suspeito de envolvimento em morte se apresenta à Polícia
Motorista fica gravemente ferido após falso frete
Eletrodomésticos roubados eram vendidos na OLX
Homem capota carro com 500 kg de drogas ao tentar fugir da polícia
Quarta, 28 de Junho de 2017 - 11h21Idosa morre após ser atropelada por parente embriagado Vítima estava deitada embaixo de um pé de árvore
“Tem que enfrentar e matar líderes de facções”
Quarta, 28 de Junho de 2017 - 10h10Homem leva facada na cabeça durante bebedeira Autor estava na casa da vítima e ainda não foi localizado
Policiais acampados prendem assaltantes
Quarta, 28 de Junho de 2017 - 09h35Morre homem que atirou contra a própria cabeça após balear a ex-mulher Autor estava hospitalizado a cerca de uma semana em Dourados
Empresário é espancado ao cobrar dívida de R$ 400 mil
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento