Menu
20 de julho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
II Congresso de Empresas Familiares
Fronteira Paraguaia

Restos ósseos de assassino são encontrados

Homem estava desaparecido desde que matou a esposa; legista diz que ele estaria morto há cerca de um ano

12 Jul2018Luany Mônaco - Especial para o Diário Digital14h29

Os restos ósseos de um homem acusado de matar a própria esposa em 2017 foram encontrados em uma reserva florestal próxima a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, no final da tarde desta quarta-feira (11).

Foram moradores da região da Colônia Raul Rojas Ocampos, que fica a 25 quilômetros da fronteira com Ponta Porã, quem encontraram os ossos humanos e comunicaram a polícia do País. Agentes da Divisão de Homicídios e da Polícia Técnica realizaram os procedimentos padrões e identificaram a vítima como o foragido pelo crime de feminicídio, Alfredo Valiente de Oliveira, de 42 anos.

O sujeito era o principal acusado pela morte da brasileira Maria Aparecida Luís de Oliveira, de 41 anos, ela morreu depois de ser atingida por vários disparos de arma de fogo feitos pelo marido, o Alfredo Valiente. O crime aconteceu em 05 de junho de 2017 e desde então o assassino estava desaparecido e foragido até ter seus restos mortais encontrados na última quarta.

Os restos ósseos do homem serão entregues aos familiares. De acordo com o médico legista Alfredo teria morrido há aproximadamente um ano, as causas da morte ainda serão apuradas.

(Com informações do site de notícias Porã News)

Veja Também