Campo Grande •19 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Da redação | Quarta, 26 de Julho de 2017 - 12h24Presos usavam crianças e mulheres para o tráfico de drogasEles fazem parte de uma organização criminosa voltada ao tráfico de drogas

(Foto: Luciano Muta)

Gabriel Soriano da Silva, 21 anos, José Calongo, 49 e Eurides da Silva Oliveira, foram presos hoje na operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em conjunto com o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (BOPE). Eles fazem parte de uma organização criminosa voltada ao tráfico de drogas, comércio de armas, roubos, furtos, receptação e corrupção de menores, com atuação na fronteira do Brasil com o Paraguai e ramificações nos Estados de São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Bahia e Mato Grosso.

A investigação começou em outubro do ano passado e na manhã desta quarta-feira, 26, foi deflagrada a Operação Fronteira, para o cumprimento de 15 mandados de prisão preventiva expedidos pela 1ª Vara Criminal de Campo Grande, nas cidades de Campo Grande, Ponta Porã, Cuiabá e Goiânia.

“Cachorrão”, tido como cabeça do bando foi encontrado morto em janeiro deste ano, em uma das celas da Máxima. 

As investigações tiveram início em outubro de 2016 e culminaram com o oferecimento de denúncia criminal contra 21 pessoas integrantes da organização criminosa, além da prisão de outras 14 pessoas, durante o período de investigação, apreensão de sete carros utilizados pela organização para o tráfico de drogas, 871 kg de maconha e 416 gramas de cocaína. 

Dos 21 denunciados, 07 já estão recolhidos no sistema prisional de Mato Grosso do Sul, de onde continuavam a praticar crimes em conjunto com os outros membros da organização criminosa que estavam soltos.

Em linhas gerais, o esquema funcionava da seguinte forma: alguns membros da organização providenciavam o carregamento da droga no Estado de Mato Grosso do Sul, a qual era transportada por meio de veículos roubados ou furtados por outros integrantes da organização com destino a outros Estados da Federação. Nesse esquema, era comum a utilização de pessoas menores de idade e mulheres com o fim de não levantar suspeitas frente aos órgãos de fiscalização.

Participaram das operações de hoje a AGEPEN de Mato Grosso do Sul, a Polícia Militar do Estado de Goiás e o Setor de Inteligência da Secretaria de Justiça de Mato Grosso.

Veja Também
Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 10h10Polícia investiga morte de bebê de três meses Caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Dourados
Operação combate tráfico em Três Lagoas
Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 09h00Pai é suspeito de estuprar filha em Dourados Pai mostrava órgão genital e fazia criança o tocar
Outubro Rosa: UEMS, UFGD e HU realizam ações nesta 5ª em Dourados
Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 06h59Embriagado motorista atropela moto e é detido por populares Autor realizou o teste do bafômetro que acusou 1,65 mg/l
Homem é morto a machadadas em fazenda pela esposa
Polícia investiga se presos encobriram crimes
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 12h38Praça Ary Coelho recebe atividades visando à prevenção do câncer de mama Evento tem como finalidade levar aos munícipes informações de prevenção ao câncer
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 12h24Desvios e pare-e-siga da CCR MSVia exigem atenção na BR-163/MS Em caso de chuvas as obras poderão ser suspensas, retornando tão logo elas cessem
Idoso é encontrado morto em sua residência
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento