Campo Grande •13 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner SEGOV - Governo Presente 3 DETRAN/DESAFINADOS

Da redação | Sexta, 4 de Agosto de 2017 - 19h00Prefeitura da Capital vai retomar construção de moradiasAgência Municipal de Habitação pagou dívidas passadas e melhorou a arrecadação

  
(Foto: Marco Miatelo)
  • Eneas Netto e o prefeito Marquinhos Trad, durante entrevista coletiva (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Campo Grande anunciou nesta sexta-feira, 4 de agosto, que está planejando a retomada da construção de unidades habitacionais e com recursos próprios.  A Agência Municipal de Habitação pagou dívidas passadas e melhorou a arrecadação. Atualmente, 40 mil pessoas estão na fila da moradia em Campo Grande.

Conforme o prefeito Marquinhos Trad (PSD),  há quatro anos não se ergue uma casa popular de alvenaria. Para dirimir este problema, ele esteve em Brasília onde garantiu a construção de 1 mil unidades habitacionais ainda este ano. Para não cometer injustiças e pessoas recém inscritas não passarem na frente de quem esta há muitos anos na fila, o sorteio passou a ser em praça pública.

A atual gestão afirma ter assumido a EHMA com R$ 42 mil em caixa e todas as pendências de 13º e folha do servidor referente ao mês de dezembro. As dívidas chegavam a cerca de R$ 800 mil. Com fiscalização intensa e política de renegociação, foi possível quitar as pendências e atualmente a EHMA tem em caixa R$ 805 mil aplicados, além de recursos provisionados para o pagamento do 13º dos servidores da agência.

Dívidas quitadas e arrecadação aumentada, a EHMA começa agora a focar no futuro: na construção de novas moradias. O prefeito Marquinhos Trad explica que a nova política habitacional é mais que necessária. “Nós fizemos um histórico de tudo que está acontecendo no setor habitacional da nossa cidade. Em todas as pesquisas que recebemos o quesito habitação é visto como algo distante de ser alcançado. É o sonho de todo o cidadão, perde apenas para a saúde e para a segurança pública no anseio da população. Mas como se pode obter uma casa popular? Estou há mais de 20, 25 anos inscrito e a fila não anda”, diz o prefeito sobre os anseios da população.

A secretaria também fez uma força-tarefa de fiscalização das moradias do Minha Casa Minha Vida. Das 538 unidades habitacionais fiscalizadas, sendo 266 no Celina Jallad e 272 no Jardim canguru, mais de 150 havia irregularidades.

O secretário municipal de Habitação, Enéas Netto, revela que os principais problemas encontrados são: venda, aluguel, cessão ou abandono das moradias. “Já encaminhamos à CEF para que sejam adotadas as medidas judiciais cabíveis”, diz.

Em relação às invasões, Enéas conta que somente neste primeiro semestre a secretaria controlou mais de 50 focos. “Evitamos novo processo de favelazição e que pessoas se aproveitem disso e ludibrirem outras vendendo áreas que não são delas e não são passiveis de regularização”, explica.

Já sobre a questão das moradias indígenas está sendo feito estudo para a regularização fundiária dos indígenas urbanizados, que ocupam áreas que são passiveis de serem regularizadas. Eles estão de acordo com a lei do uso do solo e serão futuramente contemplados.

Será entregue, ainda no mês de aniversário de Campo Grande, 500 contratos de regularização fundiária e titularidade de áreas que estavam paradas no município. “Foi dado o devido andamento ao processo junto a Semadur, e são mais de 500 famílias com a garantia assegurada de sua moradia”, finaliza Enéas Netto.

(Com informações da assessoria de imprensa da prefeitura de Campo Grande)

Veja Também
Testemunhas da morte de Kauan depõem no Fórum
Dono de restaurante é multado e tem 230 kg de pescado apreendido
Jovem atingida em tiroteio está com bala alojada no corpo
Carga com mais de 17 mil maços de cigarros é apreendida
PMA taxidermiza 60 animais para compor museu de Corumbá
Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 10h13Comerciante tem celular furtado enquanto atendia clientes Mulher registrou boletim de ocorrência
Polícia incinera mais de 15 toneladas de drogas
Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 07h17Embriagado, homem agride mulher em terminal Vítima foi agredida com socos e chutes e relatou que não conhece o autor
Dois mortos e um ferido em tiroteio na Capital
Jovem é acusada de agredir a própria mãe em Coxim
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento